Lançado há cerca de um mês nas redes sociais, “Braless.CV” é um movimento que visa alertar as cabo-verdianas sobre o uso do sutiã, sensibilizar para a prevenção do cancro de mama, bem como contribuir para o empoderamento feminino. A estudante cabo-verdiana, radicada nos Estados Unidos da América (EUA), Aline Marques, é a mentora do projeto que foi idealizado há três anos.

De férias na ilha de Santiago, a jovem de 29 anos esteve à conversa com o SAPO e disse que Braless (‘sem sutiã’ em tradução livre) é um movimento que existe em vários países e que a jovem quer agora implementar o projeto no arquipélago.

Aline Marques diz nunca foi adepta ao sutiã. Chegou a usar esta peça algumas vezes quando tinha 18 anos. Diz que não se sentia confortável e, por uma questão de saúde, aboliu de vez o seu uso. “Muitas pessoas não sabem que o uso do sutiã aumenta o risco do cancro de mama”.

“Tive apenas um sutiã na minha vida e o usei uma ou duas vezes. No grupo das minhas amigas, eu era a única que não usava esta peça. Enquanto sentia-me livre, elas sentiam-se desconfortáveis. Com o tempo, de tanto conviverem comigo, acabaram por descartar o seu uso”.

Para já, o Braless.CV é apenas uma página no Instagram, onde a jovem divulga fotos de alguns produtos deste movimento. São ‘crop tops’, vasos e copos com seios em formatos e tamanhos diferentes, que foram feitos pela artesã boavistense Luiza Mosso.

“A ideia de fazer os vasos/copos com seios em formatos imperfeitos tem muito a ver com a auto-estima. Muitas mulheres não conseguem aceitar o seu físico e quero mostrar que somos todas iguais”, explica.

Apesar de muitas pessoas terem demonstrado interesse em adquirir as peças, de momento, as mesmas encontram-se esgotadas. “Tenho recebido muitos elogios e pedidos de encomendas”.

Num futuro próximo, a estudante na área de negócios quer regressar ao país para apresentar o movimento e dar palestras com testemunhos de pessoas que já tiveram cancro de mama e angariar fundos para apoiar a Associação Criolas Contras Cancer, sediada nos EUA.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.