Os casos registados nas últimas 24 horas superaram o pico de 3.186 infeções registado em 30 de março.

O número de mortes diárias causadas pelo novo coronavírus – que provoca a doença covid-19 – permanece relativamente baixo, segundo dados divulgados por Jahanpour, com 59 óbitos contabilizados nas últimas 24 horas.

No total, o novo coronavírus já matou 8.071 pessoas no Irão e um total de 164.270 pessoas foram infetadas, segundo dados oficiais.

O aumento de casos identificados pode estar relacionado com a multiplicação de testes, tendo sido realizados mais de um milhão de acordo com Jahanpour, e a sua realização a tornar-se mais sistemática ao longo do tempo.

O aumento dos números está a preocupar as autoridades e o Ministério da Saúde iraniano está a aumentar o número de alertas e a apelar à população para não esquecer que a doença ainda está presente no país, o mais afetado do Médio Oriente.

“A falta de respeito pelo distanciamento social, regras de higiene pessoal ou pública, bem como viagens desnecessárias podem ter consequências irreparáveis”, alertou hoje uma mensagem oficial difundida pela televisão iraniana.

Os números oficiais das autoridades iranianas relacionados com covid-19 são considerados subestimados no estrangeiro, mas também por algumas autoridades iranianas.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 382 mil mortos e infetou mais de 6,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,7 milhões de doentes foram considerados curados.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.