Em Moçambique não há registo de mortes por covid-19 e os casos detetados têm sintomas ligeiros.

“Um dos casos já foi dado como curado. Essa pessoa está completamente recuperada”, explicou Rosa Marlene, diretora nacional de Saúde Pública de Moçambique, em conferência de imprensa em Maputo.

Aquela dirigente falava no encontro diário com jornalistas em que é feito o ponto de situação da pandemia no país.

Segundo referiu, a partir das ramificações dos contactos com casos de infeção, há 196 pessoas sob vigilância, todas sem problemas de saúde.

O laboratório do Instituto Nacional de Saúde (INS) moçambicano testou 24 amostras suspeitas nas últimas 24 horas e todos deram resultado negativo.

Desde o início da pandemia, Moçambique realizou 338 testes para covid-19.

Rosa Marlene referiu que as autoridades de saúde vão recomendar o uso de máscara pela população, realçando a necessidade de cumprir com todas as medidas de precaução, nomeadamente, a lavagem das mãos.

O país vive em estado de emergência durante todo o mês de abril com espaços de diversão e lazer encerrados, proibição de todo o tipo de eventos, de aglomerações superiores a 20 pessoas e limitações na lotação de transportes.

Durante o mesmo período, as escolas estão encerradas e a emissão de vistos para entrar no país está suspensa.

As forças de segurança passam a poder intervir para cumprimento das medidas, que podem ainda incluir limitações à circulação, caso se verifique uma subida exponencial de casos.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de um milhão de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 57 mil e mais de 205 mil são consideradas curadas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.