A abertura do fórum, segundo o programa, conta com a presença do edil dos Mosteiros, do reitor da Universidade de Santiago e do ministro da Saúde, ao que se segue a apresentação de dois grandes painéis, nomeadamente, “os desafios dos cuidados à saúde da criança”, que aborda ainda as principais patologias que afetam as crianças em Cabo Verde e as medidas protetivas da criança no contexto sociofamiliar.

O segundo painel aborda “os desafios dos cuidados à saúde da mulher”, analisando também a questão da “gravidez na adolescência, que risco para a mãe”, a “violência na relação”, e a “transmissão do VIH de mãe para filho em Cabo Verde: o desafio de eliminação, no horizonte de 2020”.

No fórum participam responsáveis de saúde, do Instituto Cabo-verdiano da Criança e Adolescente (ICCA), docentes da Universidade de Santiago e do Instituto Politécnico de Leiria (Portugal), do secretário executivo do CCSSIDA, assim como de estudantes universitários e forças vivas dos Mosteiros.

Além deste fórum, o segundo a ser realizado depois de na passada segunda-feira a cidade de Cova Figueira ter acolhido o fórum sobre “pensar educação no século XXI, desafios globais soluções locais”, no quadro do programa “rotas do arquipélago” criado em 2009 e que funciona como extensão universitária para permitir que os estudantes e professores possam compartilhar os conhecimentos, vivenciar outras realidades e “redescobrir” as várias ilhas, prevê uma série de atividades.

Para esta quarta-feira, está ainda prevista a realização de exposição e feira de saúde com aconselhamento sobre alimentação saudável, higiene e segurança, estado nutricional e desempenho das atividades, rastreio de câncer de mama, palpação, aferição da tensão arterial, avaliação da glicemia capilar, atendimento e aconselhamento individual, entre outra atividades destinadas a comunidade em geral.

O programa prevê ainda, além de exposição e venda de livros da Universidade de Santiago, intercâmbios desportivo e cultural com homenagem a “figuras ilustres” dos Mosteiros.

Na quinta-feira, o programa prevê para os Mosteiros visita a instituições e referências históricas do município e formação em suporte básico de vida e primeiros socorros, formação em protocolo e atendimento ao público, segurança digital, intervenção social – enfermaria na escola “english soclarships” e workshop sobre objetivos do desenvolvimento sustentável – ODS voluntariado e desenvolvimento comunitário.

Nos três últimos dias, os participantes da IX edição do programa “Rotas do arquipélago” estarão no município de São Filipe, onde, de entre várias outras atividades, destaca-se a realização do terceiro fórum sobre “competitividade e sustentabilidade turística na região Fogo e Brava”.