Isto deve-se a um conjunto de propriedades deste alimento, que deve ser consumido na sua forma caseira, sem os açúcares e conservantes da maior parte das manteigas de amendoim compradas nos supermercados.

Uma das vantagens deste produto é o baixo índice glicémico dos hidratos de carbono que o compõem, o que garante os níveis de energia elevados durante o treino, reduzindo o cansaço durante o mesmo. A manteiga de amendoim contém potássio o que previne o aparecimento de cãibras e arginina, o aminoácido responsável pelo crescimento muscular. Uma das principais razões pelas quais contribui para o crescimento, reconstrução e recuperação muscular é a quantidade de proteína que possui. São 25 a 30 gramas por cada 100 gramas de manteiga de amendoim. Adicionalmente, os antioxidantes como a vitamina e fitosteróis ainda ajudam a prevenir lesões musculares.

A nível de dieta, sendo rica em fibras, a manteiga de amendoim aumenta a saciez, reduzindo o apetite entre refeições e melhorando o trânsito intestinal. Para quem está a tentar emagrecer é um bom alimento para comer entre refeições.

Mas os benefícios não se ficam pelo ganho muscular e aumento da resistência. Ao consumir manteiga de amendoim está a contribuir para a prevenção de doenças cardiovasculares, o fortalecimento dos ossos, prevenção de certos tipos de cancro e de diabetes tipo 2. Apesar de conter gordura, a manteiga de amendoim é rica em ácidos gordos monoinsaturados e ómega 3, que regulam o colesterol e melhoram a saúde do coração. Por outro lado, o seu consumo estimula a produção de colagénio e vitamina B12, contribuindo para uma pele bonita e cabelo saudável.

Se não gosta do sabor do amendoim, pode optar pelas versões com sabor a cacau ou avelã ou os produtos compostos com proteína whey. Alternativamente existem várias receitas de lanches e petiscos feitos com manteiga de amendoim, que poderá incluir na sua dieta diária.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.