Atrai-nos e perturba-nos a forma quase humana do gengibre, uma planta herbácea originária de territórios distantes, como a Índia e a China onde é usado há milhares de anos. Com as Cruzadas, na Idade Média, o gengibre chega ao Velho Continente.

Exótico, de sabor levemente picante, ao gengibre é difícil situá-lo na memória das nossas papilas gustativas. Um sabor que se aprende e um ingrediente que se adapta a inúmeras confeções, das entradas às sobremesas e consumível em fresco (muito utilizado na China), seco, em conserva ou cristalizado (um doce muito apreciado no Sudeste Asiático). De sublinhar que o gengibre seco é mais aromático e tem sabor mais suave.

Ao gengibre estão ainda associados contributos para a saúde, nomeadamente em dietas de perda de peso, como acelerador do metabolismo, relaxante do sistema gastrointestinal, prevenindo náuseas e vómitos. Também atua como antioxidante e anti-inflamatório.

Taça de mousse de lima com gengibre

Numa taça misture 200 g de queijo mascarpone com ½ lata de leite condensado, dois iogurtes, gregos o sumo e a raspa de duas limas e a raspa de 50 g de gengibre. Leve ao frigorífico por uma hora.

Aqueça seis bolachas waffles com recheio de caramelo na torradeira e disponha-as dentro de formas de queques para que ganhem a forma de “taças”.

Sirva o creme nas “taças” de waffles com suspiros triturados e framboesas.

(Fonte: Blogue “Há Alguém Mais Gulosa do Que Eu?”)

Taça de mousse de lima com gengibre

Espetadas de frango satay com couve salteada, alho e gengibre

Corte um peito de frango em seis tiras e reserve. Para fazer a marinada coloque numa tigela e misture quatro colheres de molho de soja, duas colheres de sopa de óleo de coco, duas colheres de soma de açúcar de coco, uma colher de chá de gengibre fresco ralado, uma colher de sopa de caril em pó, dois dentes de alho, duas colheres de sopa de sumo de lima. Tape com película aderente e guarde no frigorífico durante uma hora.

Aqueça uma grelha em lume alto. Entretanto, coloque os ingredientes do molho (uma chávena de leite de coco sem açúcar, dois dentes e alho picados, três colheres de sopa de manteiga de amendoim cremosa, quatro colheres e sopa de açúcar de coco, duas colheres de chá de caril, duas colheres de sopa de sumo de lima, uma mais meia colher de sopa de molho de soja) numa panela e aqueça em lume baixo, mexendo até misturar. Retire do lume.

Coloque cada tira de frango num espeto, pincele com óleo de coco e grelhe durante quatro a cinco minutos de cada lado ou até ficarem douradas e cozinhadas no interior. Sirva as espetadas acompanhadas com o molho e com gomos de lima.

(Fonte: Prevenir)

Espetadas de frango satay com couve salteada, alho e gengibre

A mousse de gengibre com 73 calorias

Coloque numa tigela quatro gemas e misture-as com duas colheres de adoçante para culinária e uma colher de chá de gengibre ralado. Junte 3 dl de leite magro, mexa bem, verta para um tacho e leve ao lume, mexendo sempre, até começar a ferver. Retire.

Demolhe quatro folhas de gelatina em água fria durante quatro minutos, depois retire-as, escorra e junte-as ao tacho, mexendo bem até a gelatina ficar bem dissolvida. Coloque numa tigela e deixe e arrefecer.

Bata três claras em castelo, junte, aos poucos, duas colheres de sopa de adoçante para culinária, batendo sempre até ficarem bem firmes e brilhantes, adicione metade ao creme anterior, mexa bem e junte a outra metade envolvendo delicadamente. Leve a tigela ao frio até a mousse ficar solidificada, depois retire para taças e sirva decorada a gosto.

(Fonte: Teleculinária)

A mousse de gengibre com 73 calorias

Biochá revigorante de gengibre e canela com pétalas de rosas e de hibisco

Uma bebida reconfortante que é útil como coadjuvante no tratamento de doenças cardiovasculares, síndromas gripais, infeções respiratórias, nevralgias, depressão e obesidade

Ferva um litro de água numa chaleira de inox e depois de levantar fervura, reduza o lume. A temperatura adequada para juntar sete rodelas finas de gengibre, uma estrela de anis, cinco dentes inteiros de cardamomo e um pau de canela, é atingida quando pequenas bolhas vêm à superfície, mantendo em ebulição durante cerca de três minutos.

Desligue a chaleira, retire do lume e aguarde cerca de três a quatro minutos.

Coloque pétalas de rosas e hibiscos comestíveis num bule e coe uma parte da decocção num passador de inox diretamente para o bule. Deixe em infusão durante cerca de sete minutos. Sirva a uma temperatura amena.

(Fonte: Saber Viver)

 

Biochá revigorante de gengibre e canela com pétalas de rosas e de hibisco

Barrinhas de gengibre sem glúten

Pré-aqueça o forno a 170 ºC.

Unte um tabuleiro de 35 por 25 centímetros com papel vegetal.

Derreta 100 g de manteiga num tachinho, adicione 100 g de açúcar mascavado, 150 g de maple sirup, 100 ml de melaço, duas colheres de chá de gengibre fresco, uma colher de chá de canela em pó, um quarto de colher de chá de cravo em pó e duas colheres de sopa de água de flor de laranjeira. Retire do lume e deixe arrefecer um pouco. Adicione depois três ovos levemente batidos e misture bem.

Peneire 100 g de farinha de trigo sem glúten, 250 g de farinha de amêndoa, com uma colher de chá de fermento em pó, uma colher de chá de bicarbonato de sódio e junte na mistura. Finalmente, adicione duas colheres de sopa de sementes de chia.

Vai ficar uma massa ligeiramente líquida mas é mesmo assim. Despeje o creme na forma, leve ao forno por 20-30 minutos ou até que tenha a cobertura firme.

Assim que arrefecer corte em quadradinhos e polvilhe com açúcar em pó.

(Fonte: Blogue “Receitas Para a Felicidade”)

Barrinhas de gengibre sem glúten

Amêijoas ao vapor com alho e gengibre

Derreta duas colheres de sopa de manteiga em uma panela média em fogo médio. Adicione uma mais meia colher de sopa de gengibre e quatro dentes de alho picados e cozinhe por dois minutos e sem deixar que queimem.

Junte uma colher de sopa de molho soja e de seguida uma mais meia chávena de caldo de galinha.

Quando o caldo começar a ferver, adicione um quilo de amêijoas. Tape a panela e cozinhe por cinco a sete minutos, mexendo ocasionalmente, até que abram.

Adicione três colheres de sopa de salva fresca picada, envolva e retire do lume.

Sirva polvilhando com mais salsa e regando com sumo de um limão.

(Fonte: Blogue “Receitas Para a Felicidade”)

Amêijoas ao vapor com alho e gengibre

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.