Este sábado, cinco dias depois te ter recorrido ao Twitter para uma série de publicações em que revelou que a mulher, Kim Kardashian, tentou que fosse internado, Kanye West regressou à rede social para lhe prestar um pedido de desculpa público.

"Quero pedir desculpa à minha mulher, Kim, por trazer a público algo que é um assunto privado. Não a protegi como ela me protegeu. Para a Kim, quero dizer: Eu sei que te magoei. Por favor, perdoa-me. Obrigada por estares sempre lá para mim", foram as palavras do rapper.

O músico tem estado no centro de uma polémica relacionada com o primeiro comício da sua candidatura à presidência dos Estados Unidos, que aconteceu no passado domingo. A forma como se emocionou assim que questionado sobre o aborto deixou a família preocupada, tendo sido referido pelo próprio que Kim Kardashian e a sogra, Kris Jenner, tentaram que fosse assistido por um médico.

Surgiram inclusive rumores de que a empresária estava a pensar em divorciar-se. Especulações que chegaram ao fim com um longo comunicado no qual Kim falou pela primeira vez da doença bipolar de Kanye West, diagnosticada em 2018.

A dupla é casada desde 2014 e tem quatro filhos: North, de sete anos, Saint, de quatro, Chicago, de dois, e Psalm, de um.

Leia Também: Kanye West recebe visita de Justin Bieber no meio de toda a polémica

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.