Substâncias tóxicas que anda a usar todos os dias

Nos dias de hoje e muito devido à informação disponibilizada sabe-se que muito do que comemos e utilizamos contêm substâncias que, com o tempo, podem tornar-se nocivas à saúde.

A panóplia é cada vez mais vasta quando se fala em estética e cuidados para o corpo. Aquilo que outrora era a base, a sombra e a máscara de pestanas, é hoje acrescentado pelo corretor, primer, iluminador, etc... tal como no cabelo, o uso de champoo e amaciador deixaram de ser os únicos requisitos, dando lugar ás máscaras, leave-in, óleo para as pontas, entre outros. O problema é que alguns deles usam determinadas substâncias que, a longo prazo, podem prejudicar a sua saúde. Algumas delas são usadas com intuito de precaver o aparecimento de bactérias, por exemplo, mas por outro lado podem influenciar alguns fatores que podem provocar danos. Saiba quais são e, caso seja possível, leia bem a composição dos produtos que utiliza para assim evitar o seu uso diário.

Ftatalo

É um dos compostos químicos que tornam o plástico mais maleável e, no caso dos produtos de cosmética e higiene, serve para melhorar a textura. Pode ser encontrado em vernizes, sprays para o cabelo, loções e perfumes.

O ftatalo pode ser responsável por aumentar o risco de cancro da mama, doenças congénitas em ambos os sexos, aumento precoce dos seios em fase criança/ adolescente e problemas endócrinos (diabetes, obesidade, entre outros).

Lauriléter sulfato de sódio e lauril sulfato de sódio

São duas das grandes alternativas comuns usadas em produtos de higiene, até porque são das mais baratas. Podem provocar irritações ao nível da pele, olhos e pulmões e, quando combinadas com outras substâncias, podem ser altamente cancerígenas. Os champôs, sabonetes, produtos para limpeza da pele e tratamentos para a acne fazem parte de alguns dos produtos que contêm estas substâncias.

Triclosano

Pastas de dentes, desodorizantes e sabonetes antibacterianos são alguns dos exemplos. O triclosan é muito usado em produtos antibacterianos (impede a proliferação dos microrganismos), ainda que não hajam grandes evidências que, no caso dos sabonetes, por exemplo, sejam uma mais-valia face aos que não são. Podem ser sentidas irritações na pele, resistência a antibióticos, induzir cancro no fígado, enfraquecimento muscular, entre outros.

Parabeno

Esta é, provavelmente, a substância mais reconhecida pelas pessoas. É um conservante extremamente eficaz no combate de bactérias e é das mais utilizadas: alimentos, medicamentos e cosméticos. No entanto, já vários estudos confirmaram que é extremamente tóxica e pode aumentar o risco de cancro da mama.

Comentários