Ex-toxicodependente e antigo recluso elabora projeto para reinserção dos reclusos na sociedade

Danielson Barros, ex-toxicodependente e antigo recluso disse ontem, 22, à Inforpress, que está a elaborar um projeto que visa ajudar os reclusos a reinserirem na sociedade depois de saírem da prisão.
créditos: Inforpress

O projeto já está praticamente na reta final da elaboração e deverá ser implementado em 2018, segundo o autor do mesmo.

Danielson Barros, que viveu durante 16 anos no mundo do álcool e das outras drogas, indicou à Inforpress que quer agora ajudar os ex-presidiários a serem “boas pessoas” e evitar o aumento de reincidências.

“Quando os jovens saem da prisão ficam a pensar no que vão fazer. Será que vou conseguir um emprego, será que a minha família vai receber-me, como é que vou sustentar a minha vida, isso são um dos maiores problemas que um ex-recluso tem quando sai da prisão e acaba por ficar sem chão”, disse em declarações à Inforpress à margem de uma tertúlia sobre “toxicodependência: prevenção e recaída”, realizada pela Câmara Municipal da Praia.

Através deste projeto, Danielson Barros pretende criar uma associação que vai acompanhar os reclusos na prisão e em liberdade, ajudando-lhes a ter respostas para as múltiplas perguntas e dificuldades que vão ter no processo de reinserção.

Apoio na formação profissional e no aconselhamento também fazem parte deste projeto.

Danielson Barros acredita que os jovens podem através de testemunhos de outros colegas ver que é possível superar cada dia e enfrentar os problemas.

Depois de finalizar o projeto, Danielson Barros vai apresentá-lo às instituições que trabalham com os toxicodependentes e ao próprio Governo, pois, segundo disse, acredita que é um projeto que vai dar novos frutos na sociedade e diminuir as reincidências de reclusos.

“Fico revoltado por ver que três dias depois de saírem da prisão estes jovens voltam à procedência por falta de aconselhamento e de orientação”, disse.

Danielson Barros, que iniciou a sua vida no mundo do álcool e outras drogas com 11 anos de idade, viveu oitos anos na rua e esteve preso durante oito anos. Entretanto, conforme explica, hoje graças à sua força de vontade e do apoio de outras pessoas, está há 10 anos sem usar álcool e três sem consumir qualquer substância toxicodependente.

Atualmente é gerente e proprietário da Firma “Barros & Alves” e faz parte da Associação Força Jovem.

Comentários