4 dietas radicais e peculiares seguidas por grandes estrelas

Dolly Parton e Elizabeth Hurley, à semelhança de Greta Garbo e de Marilyn Monroe, não deixam os seus créditos por mãos alheias. Descubra os segredos dos regimes alimentares que adotaram

Para Rebecca Harrington, uma jornalista norte-americana que testou as dietas mais seguidas pelas celebridades e que escreveu um livro com os resultados depois de as analisar à lupa, alguns regimes alimentares foram um verdadeiro suplício devido às restrições que impunham. Outros foram-no devido à combinação insólita de ingredientes. Regale-se com excertos de quatro episódios do livro «Eu Experimentei as Dietas dos Famosos e Sobrevivi»:

- Dolly Parton

«Já experimentei todas as dietas que vêm nos livros. Até já tentei comer o livro. Sabia melhor que a comida na maior parte das dietas», brincou a estrela de música country numa entrevista. Contudo, ao fim de apenas três dias, Rebecca Harrington desistiu do regime de alimentação de Dolly Parton. Este inclui comer sopa de couve, fruta e legumes de forma intervalada. Nunca pode ingerir as duas coisas no mesmo dia. Tudo o resto, aparentemente, a cantora country norte-americana mastiga, mas não engole.

- Elizabeth Hurley

Tal como Dolly Parton, a modelo e atriz britânica também fez várias dietas. Mas Rebecca Harrington destacou apenas duas no seu livro. A primeira é a Dieta da Sopa de Agrião, que permite comer a quantidade de sopa de agrião que quisermos e um iogurte de vez em quando. A segunda, que não tem nome, foi usada para Elizabeth Hurley recuperar a forma após o nascimento do filho.

Rebecca Harrington descreve que Hurley «comia apenas uma refeição por dia, bebia canecas de água quente e petiscava passas ou uma bolacha de aveia». A jornalista tentou seguir esta dieta de emagrecimento. Resistiu apenas quatro dias.

- Greta Garbo

Rebecca Harrington conta que a atriz sueca seguia um regime alimentar criado por Gayelord Hauser, nutricionista das estrelas, que enaltecia as propriedades dos legumes, frutos secos, iogurte, levedura de cerveja, gérmen de trigo e do melaço. Apesar da jornalista ter conseguido concluir esta dieta nos dez dias previstos, o pão que levava aipo, avelãs, salsa, cebolas, cogumelos, manteiga, ovos e pão ralado marcou-a. «O cheiro lembra-me um cadáver em decomposição», escreveu.

- Marilyn Monroe

A dieta do maior ícone de sensualidade era bizarra. «Ao pequeno-almoço, Marilyn Monroe comia dois ovos crus batidos com leite quente. Não almoçava e, ao jantar, grelhava fígado, bife ou borrego, com cinco cenouras. À sobremesa, comia gelado com molho de caramelo quente». Rebecca Harrington não perdeu peso e ficou com «uma borbulha enorme infetada no queixo», critica a jornalista.

artigo do parceiro:

Comentários