Como usar as alianças

Descubra quais os diferentes significados e saiba como utilizar as alianças de namoro, noivado e casamento

Existem diferentes fases num relacionamento amoroso e uma ordem natural de compromissos entre um casal, começando pelo namoro, seguido do noivado e depois pelo casamento.
Em cada uma dessas fases pode haver um símbolo que serve para sinalizar à sociedade a intenção dos noivos em estarem juntos e unidos, as alianças, um símbolo tradicional que torna o compromisso oficial. Neste artigo, desvendamos-lhe algumas curiosidades sobre este símbolo do amor e da união, bem como os diferentes significados de cada uma das fases e como utilizar cada uma das alianças.

Qual o significado das alianças?

A aliança representa a união entre um casal, uma tradição que serve para identificar o compromisso, o amor e a fidelidade entre duas pessoas.
Os egípcios, tal como os gregos, utilizavam um anel para simbolizar o laço matrimonial, sendo que o círculo representava a eternidade da união, um destino e um compromisso contínuo, sem início e sem fim.

Seja de namoro, noivado ou de casamento, as alianças são usadas no dedo anelar. Para tal existem duas teorias. Segundo uma lenda chinesa, a colocação da aliança no dedo anelar deve-se à representação do mesmo. Os polegares representam os pais, os indicadores representam os irmãos e amigos, o dedo médio representa a pessoa em si, o dedo anelar representa o seu companheiro e o dedo mindinho representa os filhos.

Segundo os egípcios, a colocação das alianças no dedo anelar da mão esquerda deve-se à teoria de que este tinha uma veia directa para o coração. Embora a medicina tenha provado que esta crença não é verdadeira, a tradição foi mantida pelo romanos e adoptada pelo Vaticano até os dias de hoje. O anel de noivado foi introduzido no ano de 860 por decreto do Papa Nicolau I (858-867), que o instituiu como uma afirmação pública obrigatória da intenção dos noivos.

Comentários