Afinal os homens também têm um relógio biológico interno

Novo estudo revela que as hipóteses de um casal ter filhos diminuem à medida que o homem vai envelhecendo.

Laura Dodge, líder do estudo conduzido na escola médica de Harvard, estudou aproximadamente 19 mil tratamentos de fertilização in vitro entre 2000 e 2014.

A amostra feminina foi dividida em quatro grupos etários diferentes: menos de 30; entre 30 a 35; entre 35 a 40 e entre 40 e 42 anos. Os homens foram também divididos nos mesmos grupos, mas com mais um: mais de 42 anos.

As mulheres com menos de 30 anos, que tinham parceiros com idades mais velhas, tinham 73% de hipóteses de dar à luz um nado-vivo. Porém, o sucesso do nascimento caia para 46% quando o homem tinha entre 40 a 42 anos ou mais.

O estudo, apresentado na Sociedade Europeia de Reprodução e Embriologia, em Genebra, descobriu ainda que a idade dos homens não tinha um impacto real na geração de filhos quando a sua parceira tem a mesma idade que ele, mas as mulheres beneficiam se decidirem ter filhos com um homem mais novo.

Assim, o estudo mostra que quando as mulheres, com idades entre os 35 e os 40 anos, têm um companheiro com no máximo 35 anos, as suas hipóteses de terem filhos mantêm-se nos 54% ou sobem para 70% quando o homem tem menos de 30 anos.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários