Bebés até dois meses não devem fazer viagens longas na cadeirinha

Transportar o bebé na cadeirinha é obrigatório por lei, mas um novo estudo vem demonstrar que bebés até dois meses podem correr riscos, se viajarem por mais de meia hora na cadeirinha.

O estudo é da Universidade de Bristol, no Reino Unido, que demonstrou através de testes que numa viagem de mais de meia hora, os bebés até dois meses apresentavam dificuldades em respirar e alterações na frequência cardíaca.

Os investigadores criaram um simulador em laboratório que pretendia replicar os efeitos da cadeirinha. Foram testados 19 recém-nascidos e mais de 21 prematuros, que foram colocados no simulador como se estivessem dentro de um carro em movimento, a mais de 50 quilómetros por hora em ruas planas.

Os bebés mais novos apresentaram uma diminuição de oxigénio no sangue. Isto acontece porque quando o bebé  está na cadeirinha fica numa postura com o diafragma elevado, causando mudanças na respiração e no coração.

O estudo pretende alertar os pais de que viagens longas com bebés até dois meses na cadeirinha pode trazer riscos, e não evitar o seu uso. Os pais devem continuar a usá-la, pois é a única forma de os proteger em caso de acidente.

No entanto, no caso de bebés desta idade, o seu uso deve ser moderado e para distâncias curtas.

artigo do parceiro: Susana Krauss

Comentários