Sandra Patrício, a engenheira civíl apaixonada por cartonagem

O projeto Revamp surgiu em 2016.

Quando a engenheira civíl Sandra Patrício ficou desempregada, resolveu dedicar mais do seu tempo a fazer trabalhos em cartonagem. Hoje apesar de ter voltado a trabalhar na área de formação, não abandonou a atividade e já pensa em expandir o projeto para outras ilhas. Confira alguns dos produtos da jovem.

créditos: CM

Quando a engenheira civíl Sandra Patrício ficou desempregada, resolveu dedicar mais do seu tempo a fazer trabalhos em cartonagem. Hoje apesar de ter voltado a trabalhar na área de formação, não abandonou a atividade e já pensa em expandir o projeto para outras ilhas.

“O artesanato sempre fez parte da minha vida”, recorda a jovem natural de São Vicente, mas que há sete anos mora na Praia. “O meu pai é rebobinador e a minha mãe é costureira e em casa tinha sempre coisas para reaproveitar”, recorda.

Quando em 2016 ficou desempregada, passou a ter mais tempo para fazer trabalhos em cartonagem. A atividade ganhou uma dimensão maior e a jovem apostou numa página na rede social Facebook e numa formação online, bem como em materiais que manda vir do Brasil.

Intitulou o projeto de “Revamp” ( no sentido transformação).

Produz objetos diversos: maletas de vários tamanhos e padrões, porta joias, kits de higiene, porta-moedas, entre outros.  (ver galeria)

Vende essecialmente online na página de Facebook do projeto (Revamp Oficina Criativa), mas em dezembro, teve a oportunidade de expôr pela primeira vez, os produtos na Noite Branca. “Foi muito bom, principalmente para promover o meu trabalho”.

Foi na sequência da Noite Branca que recebeu o convite para colocar as suas peças à venda numa loja de produtos “Made in Cabo Verde”, na capital.

Os preços das criações variam entre os 600 escudos e os sete mil, sendo que há peças que só faz sob encomeda.

Apesar de estar a trabalhar novamente na área de formação, Sandra continua empenhada na cartonagem. Dedica-se ao “Revamp” essencialmente nas horas vagas. “Levo dois dias geralmente para fazer uma maleta”.

Gostaria de um dia poder dedicar-se em exclusivo ao “Revamp”, mas para já ambiciona revender as suas peças noutras ilhas como Sal e Boa Vista, tendo já uma proposta para uma agência de viagens em São Vicente.

Para este ano igualmente, quer fazer uma linha de maletas que representassem cada ilha do arquipélago.

Perfil

Natural de São Vicente, Sandra Patrício formou-se em Engenharia Civil pelo ISECMAR. Há sete anos que vive na Praia e foi na capital que surgiu o projeto “Revamp”.

Gosta também de decoração e fez uma formação online nessa área. No apartamento onde vive a maioria dos objetos decorativos foi produzida pela jovem.

Comentários