Tenha um novo lar sem ir à falência

Sozinho ou acompanhado há sempre gastos que se fazem e, caso não sejam bem pensados, podem levar a que sejam em demasia. Saiba como contornar a questão.

Independentemente de como o faça, ou com quem o faça, há sempre inúmeras despesas que, inevitavelmente, irão surgir. Não basta só ter em conta a renda da casa, os gastos fixos ou outros, mas também a mobília, equipamentos, etc... Nada como pensar bem no assunto, ponderar e planear quais são as prioridades.

Faça uma lista do que é necessário

Em primeiro lugar defina o que é importante comprar tendo em conta as necessidades mais básicas. Claro que deve investir primeiro em bens de primeira necessidade como é o caso de uma cama, roupa de cama, um roupeiro ou armário para guardar peças de roupa e algumas prateleiras onde possa ir pondo livros, dossiers, e outras coisas importantes, um sofá e uma mesa de refeições com cadeiras. Só depois deve tratar de outras peças que já não são tão necessárias e que pode ir comprando progressivamente. É muito importante pensar no que deve comprar como se fosse uma pirâmide e ir, hierarquicamente, do mais para o menos importante. Deve ter isto em conta pois muitas vezes somos assolapados pelo momento e há a vontade de se comprar tudo, principalmente peças de decoração que são de facto muito bonitas, mas que não têm utilidade num futuro próximo.

Leve objetos de casa dos seus familiares

Quando nos mudamos para outra casa precisamos de várias peças que muitas vezes só sentimos a sua falta no momento de as utilizar. Por exemplo, formas para bolos, ralador, travessas, faca de pão, entre muitos outros. Algumas destas peças existem em número repetido e com facilidade em casa dos nossos pais, avós, tios e primos e podem assim ser aproveitadas, poupando dinheiro e tempo

Aposte em lojas de mobiliário lowcost e em 2ª mão

A compra de mobiliário não tem que ser um quebra-cabeças. Apesar de serem provavelmente as peças que lhe custarão mais dinheiro, há várias opções que lhe permitem poupar. Experimente comprar parte do seu mobiliário em lojas lowcost e grandes superfícies aproveitando sempre promoções e baixas de preço. Nestas lojas é possível encontrar sofás por cerca de 90€, móveis para TV a partir de 13€ e estruturas de cama a partir de 30€. Outra opção é recorrer a lojas de mobiliário em segunda mão onde se podem encontrar peças em óptimo estado que só precisam de um tratamento extra para ficarem perfeitas. Estas lojas são também o local ideal para aqueles que adoram mobiliário antigo e para os fãs de bricolage.
Na senda, aproveitar mobiliário antigo é também uma excelente opção. Mesmo que estejam em mau estado podem ser recuperados e restaurados e assim, para além de conseguir poupar, tem a oportunidade de ter peças quase únicas em sua casa.

Comentários