A primeira-dama, Lígia Fonseca, entregou hoje o valor de 120 mil escudos a quatro associações nacionais para que estes possam proporcionar “momentos de alegria” aos seus associados.

O donativo, que é fruto de uma angariação de fundos promovido pela primeira-dama na diáspora e no País, é, segundo Lígia Fonseca, um compromisso assumido desde a altura em que o marido foi eleito Presidente da República.

“Estamos na época festiva e nós temos vindo a canalizar alguns fundos para festas de Natal, mas este ano decidimos utilizar este dinheiro para reforçar o apoio financeiro que costumamos dar as associações, para que possam ajudar os outros, particularmente as crianças”, disse.

Desta feita, realçou a primeira-dama em declarações à imprensa, ficou decidido a repartição da verba à Colmeia, Aldeias SOS de Assomada e de Ribeirão Chiqueiro e ao Espaço Aberto de Safende, associações que ajudam as crianças, famílias e comunidades a melhorar a sua educação, saúde e bem-estar.

O presidente da Associação Zé Moniz, Vera Cruz, que falou em nome dos beneficiários do donativo da primeira-dama, considerou a incitava de “muito louvável” por parte da Presidência da República, mas concretamente da primeira-dama.

“Da nossa parte vamos usar o dinheiro para melhorar a refeição das cerca de 50 crianças que frequentam o Espaço Aberto de Safende”, concluiu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.