Albin Talik, que nasceu na Polónia, reside e trabalha em Cracóvia. Durante anos, a música foi a sua atividade profissional principal. Ser uma estrela de rock era o seu grande sonho. Em casa, chegou a montar um estúdio de gravação, que ainda tem. Era lá que compunha e gravava. No entanto, aos 30 anos, sem êxito(s), decidiu mudar de rumo e aventurou-se no campo das artes visuais. Formou-se numa conceituada escola de computação gráfica em 2014 e mudou de área.

Com o passar do tempo, criou um estilo e desenvolveu uma técnica, transformando milhares de pequenos pedaços de papel coloridos em mosaicos com paisagens urbanas que quase que se confudem com pinturas a óleo compostas por pinceladas irregulares, como pode comprovar de seguida. "São vários ciclos de pinturas surrealistas, retratos e composições geométricas", justifica Albin Talik, que demora entre uma semana e um mês a completar os seus trabalhos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.