Chama-se Catarina Leonardo, ou simplesmente Kate Leonardo, e é uma blogger portuguesa que  escreve sobre viagens. Nos seus périplos pelo mundo, já visitou Cabo Verde seis vezes e publicou artigos sobre o arquipélago no seu site Wandering Life. Em conversa com o SAPO, partilhou algumas das suas impressões sobre o país.

Natural do sul de Portugal, Catarina Leonardo viveu em Lisboa a maior parte da sua vida. Depois de 14 anos de trabalho na área de Ergonomia da Segurança do Trabalho como consultora nessa área, resolveu "cortar as amarras e decidiu dedicar-se a escrever sobre viagens".

Recorda que a mudança crucial na sua vida deu-se depois do nascimento da filha. "Foi o momento para parar. Tirei uma licença sem vencimento de dois anos e cheguei à conclusão que fazia sentido dedicar o meu tempo a algo que realmente gostasse e que me permitisse trabalhar em casa e em qualquer lado do mundo".

Juntando a essa vontade a paixão pelas viagens, fotografia e escrita, viajar, Catarina chegou à conclusão que o caminho era ter um blog para promover o seu trabalho e a sua marca, para dessa forma a tornar rentável.

Surgia assim o projeto  Wandering Life. "Um blog de viagens onde explico o que vejo quando vou viajar, em português e inglês. Tenho como objetivo inspirar os viajantes a tornar a sua viagem mais rica, ao incentivar a sua curiosidade em saber mais sobre o que vêm de novo".

"Santo Antão é a minha ilha preferida até agora"

Kate Leonardo, autora do blog Wandering Life,  de visita a Cabo Verde
créditos: Fotos cedidas

Já visitou Cabo Verde seis vezes ao longo dos anos. Começou por conhecer as ilhas do Sal e da Boa Vista. "A primeira vez que estive no país foi na ilha do Sal, numa estadia de uma semana. Não consegui alugar carro, por isso andei de táxi alguns dias para dar a volta à ilha. Mais tarde foi a Boavista também uma semana, mas estava grávida de cinco meses e resolvi não arriscar andar muito de carro, para evitar os solavancos (na minha barriga). É a única ilha que não posso dizer que conheci relativamente bem".

A blogger diz que gostou "muito da simpatia dos habitantes, da comida e da paisagem árida e dura (...) Voltei a Sal mais uns dez dias com a minha filha de poucos meses (e marido) e ficámos só na praia e piscina". Depois desta visitas, ficou a vontade de conhecer mais recantos do país.

"Assim sendo, no ano passado (2017) fui à ilha de Santiago, muito para conhecer o Tarrafal. Gostei muito da ilha, da cidade da Praia e de andar de Hiace um pouco por toda a ilha. A vontade de visitar mais, continuou e já regressei para visitar mais duas ilhas.

Este ano, com a filha mais crescida, Catarina esteve em Santiago, cerca de duas semanas, e São Vicente e ainda teve tempo de se deslocar durante três dias a Santo Antão. "É a minha ilha preferida até agora. A paisagem é de uma beleza de cortar a respiração".

Desta última visita em novembro, resultaram artigos disponíveis no blog: O que ver em Santiago (Cabo Verde)  e Campo de concentração do Tarrafal .

"De todas as ilhas tive sempre a sensação de que estava em casa, talvez pela história de Cabo Verde estar ligada à de Portugal e pela língua ser a mesma. Gosto muito da dureza da paisagem e da comida, que é excelente. Peixe mais fresco não pode haver e a cachupa é fantástica também.

Catarina considera "Cabo Verde é um excelente destino de viagem, para quem viaja sozinho ou em família com uma criança pequena (quatro anos) como eu". Salienta o facto de estar sempre bom tempo "Os habitantes são muito simpáticos e gostam de receber bem, a comida é francamente deliciosa, a música é fantástica... E não é nada caro. O único aspeto menos bom é o vento..." (nas seis visitas que fez ao país o tempo ventoso marcou todas elas).

A blogger conta voltar em breve para conhecer as restantes ilhas. "Gostava de ir em primeiro lugar à de Maio, que é a que me suscita mais interesse".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.