Uma mudança nos hábitos alimentares e, consequentemente, nas cadeias alimentares de alguns animais, até daqueles que possamos achar irrelevantes, pode comprometer a nossa sobrevivência. Falamos de equilíbrio ecológico, isto é, a interdependência entre todos os seres vivos do Planeta Terra.

Enquanto o ser humano é o animal que mais desafia o equilíbrio ecológico, através da exploração excessiva dos recursos naturais e da contaminação do seu habitat, existem outros que minimizam esse impacto. O desaparecimento progressivo da biodiversidade é mais importante do que podemos imaginar, pois pode mesmo levar ao desaparecimento da nossa espécie.

De acordo com especialistas, e segundo uma publicação na revista 'Very Interesting', os animais que apresentamos a seguir são essenciais para a sobrevivência da vida na Terra.

Abelhas
créditos: Pinterest

Abelhas

Esses insetos himenópteros, além de nos proporcionar um saboroso adoçante, o mel, são os polinizadores mais importantes do planeta, ficando mesmo à frente de animais como pássaros e morcegos. Um quarto das espécies de flores depende destes animais. O excesso de exploração de terras agrícolas, para alimentar a população humana, está a causar graves consequências entre estes insetos.

Plâncton
créditos: Pinterest

Plâncton

O plâncton abrange um grande número de microrganismos transportados pelas correntes e ventos do oceano, que servem de alimento para, praticamente, toda a vida marinha. O  fitoplâncton (formado principalmente por algas microscópicas) produz metade do oxigênio que respiramos, absorvendo grande parte do dióxido de carbono presente na superfície e reduzindo assim o efeito estufa.

Fungos
créditos: Pinterest

Fungos

Embora os fungos não pertençam ao reino animal, acabam por ser determinantes na manutenção dos ecossistemas. São os responsáveis máximos pela reciclagem de restos orgânicos em decomposição, além de fornecer água e minerais às plantas através das raízes. Seria impossível sobreviver sem eles, uma vez que habitam até 80 tipos diferentes de fungos no nosso organismo, e todos eles desempenham um papel fundamental na saúde.

Primatas
créditos: Pinterest

Primatas

A importância destes animais não se reduz apenas a questões de relacionamento, uma vez que partilhamos 90% dos seus genes. Dependemos do seu habitat porque as florestas são importantes filtros de dióxido de carbono e libertação de oxigénio através da fotossíntese. Além disso, os primatas também são excelentes difusores de sementes através dos excrementos devido à sua dieta rica em frutas. Uma em cada duas espécies destes animais está atualmente em perigo de extinção.

Morcegos
créditos: Pinterest

Morcegos

Nas áreas urbanas, os morcegos chegam a consumir quase 15 mil quilos de insetos em apenas uma noite, libertando-nos de pragas nocivas. Quando se deslocam carregam com eles todo tipo de sementes que contribuem para a expansão das florestas nas latitudes médias e tropicais, assim como para a polinização.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.