“Portugal Nosso” é o nome de uma loja virtual de vinhos e outros produtos gastronómicos com sabores lusitanos, criada por Pedro Baptista, um empreendedor cabo-verdiano residente em Portugal.

Lançada em abril de 2019, a plataforma Portugal Nosso (https://portugalnosso.com/) surge online pela mão de um cabo-verdiano. Em conversa com SAPO CV, Pedro Baptista, 29 anos, explica que o projeto nasceu num momento de viragem, após um período de estruturação de ideias de negócios no setor do E-commerce.

“A questão que precedeu a iniciativa foi justamente indagar-me a mim próprio o seguinte: como posso fazer uso das minhas valências técnicas e ser útil ao país onde estou (Portugal), criando uma proposta de valor que tenha respaldo em necessidades de mercado identificadas”, avança.

O jovem assegura que pretende, também, proporcionar a todos acesso aos sabores “mais genuínos” da terra lusa, tornando os produtos mais acessíveis. Daí que o objetivo da iniciativa é ligar os pequenos produtores de norte a sul de Portugal com o mundo, por forma a dar a conhecer o “que de melhor se faz nesse país”.

Os seus potenciais clientes também estão no “mercado da saudade”, defende o fundador de Portugal Nosso já que a plataforma permite evocar memórias através dos sabores.

A plataforma Portugal Nosso está recheada de centenas de produtos, com destaque para vinhos, assim como queijos, enchidos, azeites, conservas, aguardentes, licores, doces e cervejas artesanais.

“O que se encontra nesta mesa virtual é o culminar de um processo cuidadoso de pesquisa exaustiva por todas as regiões de Portugal, incluindo ilhas, e de seleção de um lote de produtos representativos do que cada região produz de melhor, em termos de tradição, inovação e boas práticas”.

A escolha gastronómica tem a chancela do chef Elísio Bernardes e do enófilo José Silva, ambos com "com larga experiência no assunto”.

Para Pedro Baptista, Portugal Nosso “é um bebé que nasceu forte” (em abril de 2019), mas que precisa ser bem equipado para enfrentar as “várias etapas da vida” e acrescenta que em três meses a loja virtual conseguiu resultados positivos, uma vez que as pessoas estão a usufruir bastante da experiência de navegação e de compra.

Trata-se do início de uma jornada já que o fundador de Portugal Nosso quer dar a conhecer ao mundo a existência do projeto e, consequentemente, aumentar o volume das vendas.

“A distância é cada vez menos uma barreira, até porque temos custos de expedição muito competitivos”, garante o empreendedor cabo-verdiano, salientando que os produtos portugueses têm uma relação qualidade/preço imbatível.

Natural da ilha de São Vicente, Pedro Baptista concluiu, em fevereiro de 2016, um Mestrado em Negócios Internacionais, em Portugal.

Diz já ter identificado algumas ideias de negócios na sua terra natal, salientando que apesar dos desafios que se impõem, brevemente pretende dar o seu contributo em prol do desenvolvimento de Cabo Verde.

Portugal Nosso: Cabo-verdiano aposta na venda online de produtos gastronómicos com sabor luso
créditos: Foto cedida

Wilson Moreira/Estagiário

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.