Para chamar a atenção dos homens pela importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata, a ACLCC, segundo a presidente, Cornélia Miranda, vai estar na ilha do Fogo de 09 a 13, para rastreios e palestras nas zonas mais encravadas dos concelhos de Mosteiros, São Filipe e Santa Catarina.

De 14 a 17, a equipa da ACLCC vai deslocar-se à ilha Brava onde também se fará presente nas comunidades mais distantes para cumprir um programa de rastreios, sendo que no dia 17 está prevista a realização da “marcha azul”.

A marcha azul, conforme Cornélia Miranda, vai ser realizada em diferentes pontos do país com a parceria das delegacias de saúde.

“Em parceria com a escritora Madalena Marçal vai ser lançada uma antologia no dia 25 cuja receita se reverte a favor da ACLCC e a associação de violência baseada no género”, disse.

Para culminar o Novembro Azul, a associação vai promover uma Gala Musical Solidaria com grandes nomes da música, na Assembleia Nacional, Cidade da Praia.

No que respeita a doença, que é considerada a mais comum entre os homens, de acordo com a presidente da ACLCC, ela pode ser prevenida se este actuar na prevenção aderindo ao exame de toque retal.

Em Cabo Verde, segundo disse, os casos de cancro de próstata têm aumentado “consideravelmente” e, de acordo com os dados existentes, confirma-se mais mortes por cancro de próstata do que o próprio cancro da mama e do colo de útero.

Por isso, adverte Cornélia Miranda, a data serve para chamar a atenção dos homens e consciencializa-los sobre o cancro de próstata e a necessidade de se fazer exames para a prevenção da doença.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.