Em conferência de imprensa, Artur Correia considerou que a “situação é crítica” e que os próximos dias “são cruciais” no combate à pandemia, e que os três casos suspeitos de cidadãos cabo-verdianos encontram-se dois em Assomada, Santiago, um em São Vicente, e os estrangeiros estão dois na ilha Sal e um na Boa Vista.

Para fazer face ao novo coronavírus, o Governo decidiu suspender as ligações aéreas entre Cabo Verde e Portugal, Estados Unidos da América (EUA), Brasil, Senegal, Nigéria e todos os países europeus assinalados com a epidemia de Covid-19.

Esta quarta-feira, 18, durante a reunião do Conselho Nacional de Protecção Civil, foram anunciadas algumas medidas de restrições, como o encerramento dos bares e restaurantes às 21:00, restrições nas visitas a lares e aos centros onde estejam pessoas de terceira idade e aos estabelecimentos prisionais e restrição às visitas aos hospitais e outros estabelecimentos de saúde, entre outras.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia do Covid-19, começou em Dezembro na China e infectou mais de 210 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 8.750 morreram.

Das pessoas infectadas em todo o mundo, mais de 84 mil recuperaram da doença.

O surto espalhou-se já por 173 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

De acordo com os últimos dados, os países mais afectados depois da China são a Itália, com 2.978 mortes em 35.713 casos, o Irão, com 1.135 mortes (17.361 casos), a Espanha, com 638 mortes (14.769 casos) e a França com 264 mortes (9.134 casos).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.