“Os novos casos hoje reportados incluem 47 pessoas de nacionalidade moçambicana e dois estrangeiros” sendo um indiano e um sul-africano, refere um comunicado do ministério.

Os novos casos foram registados nas províncias de Cabo Delgado (9), Maputo (25), Nampula (4) e Cidade de Maputo (11).

Todos os casos encontram-se em isolamento domiciliar e decorre o processo de identificação dos seus contactos, acrescenta a nota.

Do total de 1.268 casos registados em Moçambique, 1.145 são de transmissão local e 123 importados, havendo sete internados, 373 recuperados, e nove óbitos, indicam as autoridades de saúde.

A província de Nampula continua a registar o maior número de casos ativos, com 250 infeções, seguida de Cabo Delgado, com 214, todas do norte do país.

A Cidade e província de Maputo seguem com 139 e 76 casos, respetivamente, enquanto as restantes sete províncias do país registam menos de 40 casos.

Moçambique já testou cumulativamente 41.745 pessoas suspeitas de terem contraído a COVID-19, das quais 22.347 foram colocadas em quarentena, das mais de um milhão rastreadas.

Um total de 2.249 continuam a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde.

A pandemia de COVID-19 já provocou mais de 573 mil mortos e infetou mais de 13,12 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em África, há 13.459 mortos confirmados em cerca de 611 mil infetados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.