Primeiramente gostaria de deixar uma palavra de apreço a todos os portugueses e ao esforço geral que foi feito até então no sentido de travar a disseminação do novo coronavírus SARS-COV-2. Apesar do levantamento de algumas das regras inicialmente estipuladas pelas entidades competentes, nunca é de mais relembrar que devemos manter todos os cuidados possíveis para fazer frente à doença COVID-19.

Têm-me chegado inúmeras questões e inseguranças sobre a realização de consultas de cirurgia plástica pois, tal como parte das consultas em geral, há inevitavelmente algum tipo de contacto na apalpação médica. Desta forma, em conformidade com a Sociedade Portuguesa de Cirurgia Plástica e com a Direção-Geral de Saúde deixo alguns apontamentos sobre quais as principais regras a ter em conta na hora de marcar a sua consulta de cirurgia plástica.

- Todos os colaboradores da clínica devem ser submetidos a vigilância regular de temperatura e despiste de sintomas, assim como todos devem estar devidamente equipados.

- Os espaços comuns e os gabinetes clínicos devem ser desinfectados e higienizados regularmente, de forma a evitar o risco de contágio.

- Aquando do agendamento da consulta, deve ser realizado um pequeno inquérito para despistar factores de risco associados em qualquer paciente. Nunca se esqueça que é importante referir ao seu médico se apresentou ou apresenta sintomas associados à COVID - 19 e se tem alguma doença crónica, ou realizou exames recentemente, bem como se está a tomar alguma medicação.

- A ida à consulta deve também requerer alguns cuidados. Regra geral, se trouxer um acompanhante, este deve esperar no exterior da clínica, de forma a evitar o aglomerado de pessoas no interior da mesma. Recomendo que seja solicitada pontualidade face à hora de consulta marcada evitando que se cruze com outro paciente.

- Outra das medidas a ter em conta é verificar se existe da parte da clínica a medição de temperatura dos pacientes à entrada feita por um profissional de saúde.

- Um dos aspetos fundamentais é seguir a norma da Direção-Geral da Saúde sobre o uso obrigatório de máscara em toda a clínica por parte de utentes e profissionais.

- Deve respeitar o circuito próprio criado pelas clínicas de saúde para sua protecção e dos profissionais de saúde.

Acima de tudo, vá a consultas com confiança e tranquilidade. Assegure-se de que a clínica também mantém todos os cuidados possíveis e tenha em atenção as regras. Se tomar todas estas medidas, estará seguro e não terá consequências indesejadas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.