O balanço, que contabiliza 5.816 novas mortes em 24 horas, refere-se aos dados disponíveis até às 11:00 TMG de hoje (12:00 em Lisboa).

Os casos de infeção desde o início da pandemia ascendem a 1.206.480 em 190 países e territórios, mais 84.160 que no balanço feito às 11:00 TMG de sábado.

A agência frisa que este número não reflete a totalidade de infeções, na medida em que muitos países apenas testam as pessoas que necessitam de hospitalização.

Entre o total de casos, 233.300 são considerados curados.

Itália, que diagnosticou o primeiro caso no final de fevereiro, é o país com o maior número de mortos, 15.362, num total de 124.632 casos de infeção, dos quais 20.996 estão considerados curados.

Depois de Itália, os países com maior número de mortos são Espanha, com 12.418 casos mortais (130.759 casos), os Estados Unidos, com 8.503 mortos (312.245 casos), França, com 7.560 mortes (89.953 casos) e o Reino Unido, com 4.313 mortes (41.903 casos).

A China continental, ou seja, sem contar com Macau e Hong Kong, onde a pandemia teve início, registou nas últimas 24 horas 30 novos casos e três novas mortes, elevando o total para 81.669 casos de infeção, 3.329 mortes e 76.964 curas.

Em número de casos, os Estados Unidos são o país mais atingido (312.245).

A Europa totalizava às 11:00 TMG de hoje quase 50 mil mortes (47.093) em mais de meio milhão (642.330) de casos, sendo a região do mundo mais afetada.

Seguem-se Estados Unidos e Canadá (8.747 mortes em 326.117 casos), a Ásia (4.172 mortes em 117.571 casos), o Médio Oriente (3.779 mortes em 74.670 casos), a América Latina e Caraíbas (1.052 mortes em 30.539 casos), África (388 mortes em 8.578 casos) e a Oceânia (41 mortes em 6.675 casos).

Portugal regista até hoje, segundo o boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direção-Geral da Saúde (DGS), 295 mortes associadas à covid-19 e 11.278 infetados.

MDR(MP) // EA

Lusa/Fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.