Em declarações à Inforpress, Celina Ferreira adiantou que para isso adoptaram medidas de prevenção baseadas no guia da ONU Sida cujo título é “O que uma pessoa com HIV/Sida precisa saber sobre Covid-19”.

Com base neste guia, prosseguiu, a CCS/Sida elaborou programas de rádio, trabalho de proximidade para informar portadores de VIH/Sida sobre a doença e que cuidados ter, e formação de grupos de sensibilização.

“Bem cedo começamos a actuar para que os portadores de VIH/Sida não sentissem problemas e nem falta de medicamentos. Aliás, as estruturas de saúde entregaram medicamentos aos doentes para serem geridos por um período de três meses para que não tivessem que deslocar-se constantemente”, disse.

Para além destas medidas, aquela responsável avançou que foi criado, também, grupos virtuais com equipas de psicólogos para assistir aos portadores de VIH/Sida, assim como oferta de materiais de protecção e orientação nutricional.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.