Artur Correia avançou esta informação em conferência de imprensa, para actualização dos dados da pandemia do novo coronavírus no País, adiantando que em relação a São Vicente há cinco contactantes, ou seja, do Hospital Baptista de Sousa e de uma clínica privada.

“Em São Nicolau, é o único caso registado na quarta-feira. Há um caso suspeito na ilha do Fogo e um outro novo aqui na Cidade Velha”, referiu.

O diretor nacional da Saúde aproveitou o momento para apelar às pessoas que saíram da quarentena a permanecerem confinados na suas casas, dando continuidade às recomendações sanitárias e obedecendo ao estado de emergência vigente no país.

“Que cumpram com as responsabilidades de cidadania, que é de ficar confinadas nas nossas residências, obedecer o máximo possível, porque é muito importante, sobretudo, para as pessoas que vêm do exterior”, afirmou, lembrando às mesmas que este sacrifício é para o bem e a saúde de todos os cabo-verdianos.

Cabo Verde registou até o momento sete casos positivos do novo coronavírus, sendo quatro na ilha da Boa Vista, dois na cidade da Praia e um em São Vicente. Entre os quatro casos positivos na ilha da Boa Vista, um resultou em óbito, um cidadão inglês de 62 anos.

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, declarou o estado de emergência no País, devido à pandemia covid-19, com duração de 20 dias, das 00:00 do dia 29 de Março, até 24:00 do dia 17 de Abril.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infectou mais de 1,5 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram quase 89 mil.

Dos casos de infecção, cerca de 312 mil são considerados curados.

A covid-19 provocou 572 mortos em África e há o registo de 11.400 casos em 52 países, enquanto 1.313 pessoas já recuperaram, de acordo com os mais recentes dados sobre a pandemia no continente.

O continente europeu, com mais de 787 mil infectados e mais de 62 mil mortos, é aquele onde se regista o maior número de casos.

Depois de surgir na China, em Dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.