O presidente da Câmara Municipal da Praia, Óscar Santos fez estas declarações à margem da cerimónia de inauguração das obras de requalificação urbana na Avenida Cidade de Lisboa, quando questionado pelos jornalistas sobre o anúncio da prorrogação do estado de calamidade nas ilhas de Santiago e do Sal, feito pelo Governo esta sexta-feira.

O programa, segundo o autarca, tem quatro vertentes, nomeadamente a acção de sensibilização, campanhas de limpeza na cidade da Praia, limpeza de mercados e distribuição de 200 mil máscaras para as pessoas na capital.

“Queremos com isso reduzir o registo de casos na cidade da Praia, porque esta situação está a tornar-se preocupante. Sabemos que agora as pessoas, depois que se acostumaram com a covid-19, perderam o medo dessa doença que é muito perigosa. Temos que insistir em dizer as pessoas o quão importante é nos protegermos”, declarou o edil praiense, adiantando que a autarquia pretende distribuir 20 máscaras para pelo menos cada família.

Óscar Santos garantiu que as acções de fiscalização terão continuidade e apelou a uma colaboração e engajamento de todos no seguimento das recomendações das autoridades sanitárias, cumprindo o distanciamento social, usando máscaras e lavando as mãos para que a luta contra a covid-19, no país, seja vencida.

Cabo Verde registou hoje mais dois mortos e 55 novos casos, elevando para 32 o número de óbitos e 2.837 de infectados pelo novo coronavírus, revelou o Ministério da Saúde.

De acordo com o boletim epidemiológico, das 266 amostras foram registados 55 novos casos confirmados nos municípios da Praia (38), Santa Catarina de Santiago (cinco), Ribeira Grande de Santiago (quatro), São Miguel (um) São Vicente (04),Tarrafal de Santiago (um)  e na ilha do Sal (dois).

Segundo os dados do Ministério da Saúde, Cabo Verde regista neste momento 728 casos activos, 2073 recuperados, 32 óbitos, dois transferidos, de um total de 2837 casos positivos acumulados de covid-19.

Com as duas mortes registadas hoje, sendo uma na cidade da Praia e uma em Santa Catarina de Santiago, o país passa a contabilizar 32 óbitos tendo a mesma fonte avançado, por outro lado, que  o número de recuperados deste sábado foi de 31 (Praia 21 e Sal 10).

As autoridades sanitárias continuam a reforçar o apelo para que as pessoas fiquem em casa e tomem os devidos cuidados para evitar a propagação da covid-19.

A pandemia da covid-19 já provocou cerca de 722 mil mortos e infectou mais de 19,4 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em Fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortos.

CM/HF

Inforpress/Fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.