Milhões de pessoas em todo o mundo cancelaram, nas últimas semanas, as viagens que tinham reservado por causa do vírus SARS-CoV-2, na origem da doença Covid-19. De acordo com as últimas informações oficiais, o novo coronavírus afeta, neste momento, 110 nações e territórios em todo o mundo. Numa altura em que muitos cancelam as viagens que tinham reservado, também são muitos os que fazem as malas para partir para destinos que (ainda) são seguros.

1. Bolívia

Faz fronteira com o Brasil a norte e a leste, com o Paraguai e com a Argentina ao sul e com o Chile e o Peru a oeste. À semelhança do vizinho Paraguai, é um dos dois únicos países do continente americano que não possuem saída para o mar. Ainda assim, não faltam motivos de interesse para quem o visita, como é o caso do salar de Uyuni, o maior e mais alto deserto de sal do mundo. La Paz, Sucre e Santa Cruz de la Sierra, a mais habitada, são cidades a descobrir.

A precisar de férias? 15 países onde o novo coronavírus (ainda) não chegou

2. Namíbia

As suas praias não são das mais conhecidas mas surpreendem pela beleza. Este país da África Austral, que é delimitado a norte por Angola e pela Zâmbia, a leste pelo Botsuana, a sul pela África do Sul e a oeste pelo oceano Atlântico, está longe de ser uma das primeiras escolhas dos portugueses mas, além dos banhos de sol, os adeptos dos safaris têm aqui a oportunidade de percorrer caminhos de rara beleza em busca de elefantes, rinocerontes, leopardos e leões.

A precisar de férias? 15 países onde o novo coronavírus (ainda) não chegou

3. Cuba

É outro dos locais para onde ainda pode fugir e esta até é uma das melhores alturas para lá ir. Havana, a capital do país, surpreende todos os que a visitam pelo património arquitetónico, pela simpatia das gentes, pela gastronomia e pela música que, a partir do fim da tarde, se ouve no molhe da cidade. Santiago de Cuba, o segundo maior aglomerado populacional da ilha, também merece um desvio. As praias idílicas são muitas. As de Varadero são as mais turísticas.

A precisar de férias? 15 países onde o novo coronavírus (ainda) não chegou

4. Turquia

Ocupa uma área de 783.562 quilómetros quadrados e faz fronteira com a Grécia, a Bulgária, a Geórgia, a Arménia, o Azerbaijão, o Irão, o Iraque e a Síria. Istambul, a cidade turca que une o continente europeu ao continente asiático, é o ponto de partida obrigatório num roteiro que não deve deixar de incluir as praias e as cascatas da região de Antália, as configurações rochosas da Capadócia, as piscinas termais de origem calcária de Pamukkale e as ruínas romanas de Efeso.

A precisar de férias? 15 países onde o novo coronavírus (ainda) não chegou

5. Mongólia

Faz fronteira com a Rússia a norte e com a República Popular da China a leste, a oeste e a sul. País vasto e pouco povoado, é outro dos destinos que não figuram na lista de preferências da maioria dos portugueses. Os templos da capital, Ulan Bator, são uma das atrações turísticas, tal como o lago Hogsvol, o Parque Nacional Terelj, o deserto de Gobi e as dunas de Khongoryn. A maior parte do território do país é composta por planaltos e por estepes com vegetação rasteira.

A precisar de férias? 15 países onde o novo coronavírus (ainda) não chegou

6. Madagáscar

Este país insular, localizado no oceano Índico ao largo da costa sudeste da África, ocupa a maior ilha do continente africano, a quarta maior do mundo. Os apaixonados pela natureza ficam inebriados pela quantidade e pela diversidade da vegetação. As praias idílicas convidam a mergulhos revigorantes. As de Toliara, de Anakao e de Nosy Iranja, onde se podem observar tartarugas, figuram entre as preferidas dos turistas. Também são muitos os parques naturais.

A precisar de férias? 15 países onde o novo coronavírus (ainda) não chegou

7. Moçambique

Localizado no sudeste do continente africano, este país, destino de férias de muitos turistas portugueses, é banhado pelo oceano Índico. Faz fronteira com a Tanzânia a norte, com o Malaui e a Zâmbia a noroeste, com o Zimbabué a oeste e com Essuatíni e com África do Sul a sudoeste. O arquipélago do Bazaruto, conhecido pelas praias e pela vegetação luxuriante, é um dos locais de passagem obrigatória, assim como o Parque Nacional de Gorongosa e a Reserva de Niassa.

A precisar de férias? 15 países onde o novo coronavírus (ainda) não chegou

8. Etiópia

Também não é uma das escolhas mais óbvias dos portugueses mas os muitos turistas de todo o mundo que visitam anualmente este país africano não se cansam de elogiar a beleza das suas paisagem e a simpatia do seu povo. Os amantes de caminhadas têm nas montanhas do Parque Nacional de Simien inúmeros e desafiantes trilhos. Localizada no norte do país, esta reserva natural ocupa uma área de 220 quilómetros quadrados. O lago Langano é outra das atrações.

A precisar de férias? 15 países onde o novo coronavírus (ainda) não chegou

9. Uruguai

É outro dos destinos a considerar para uma escapada relaxante. Localizado na parte sudeste da América do Sul, assegura cultura, gastronomia e diversão nas doses perfeitas. Montevidéu, a capital do Uruguai, surpreende pela arquitetura e pelo património histórico. Em Punta Ballena, não deixe de visitar a Casapueblo, uma antiga casa de veraneio. Projetada pelo artista plástico uruguaio Carlos Páez Vilaró, é considerada um dos pontos turísticos mais famosos do país.

A precisar de férias? 15 países onde o novo coronavírus (ainda) não chegou

10. Laos

Este fascinante e encantador país do Sudeste Asiático, localizado na Indochina, faz fronteira com a China a norte, com o Vietname a leste, com o Camboja a sul, com a Tailândia a sul e oeste e com Mianmar a noroeste. Luang Prabang, a antiga capital do Laos, com os seus templos antigos e com a sua envolvente verdejante, é um dos pontos de visita incontornáveis. Pakse, Vang Vieng e Vientiane, a atual capital do país, também não podem ficar de fora do itinerário.

A precisar de férias? 15 países onde o novo coronavírus (ainda) não chegou

11. Botsuana

É outro dos destinos que os apreciadores de safaris costumam elogiar. Sem costa marítima, este país da África Austral, anteriormente um protetorado britânico chamado Bechuanalândia, é um paraíso para a fauna. Nos campos e nas savanas que marcam a paisagem do Botsuana, é possível observar gnus-azuis, antílopes e até cães-selvagens-africanos. O Parque Nacional de Chobe, um dos mais visitados, tem a maior concentração de elefantes-africanos do mundo.

A precisar de férias? 15 países onde o novo coronavírus (ainda) não chegou

12. Uzbequistão

Ocupa uma área geográfica semelhante à do território espanhol mas, ao contrário do que sucede com este país, lá os portugueses ainda são poucos. Bukhara, Khiva e Samarkand, três das cidades indissociáveis da rota da seda, são pontos de passagem obrigatórios. Conhecidas como as montanhas celestiais, Tian Shan, as imponentes elevações geográficas que integram esta cordilheira da Ásia Central também são procuradas pelos turistas que já descobriram o país.

A precisar de férias? 15 países onde o novo coronavírus (ainda) não chegou

13. Tanzânia

O arquipélago de Zanzibar, no oceano Índico, é um dos postais ilustrados deste país da África Oriental, limitado a norte pelo Uganda e pelo Quénia, a leste pelo oceano Índico, a sul por Moçambique, pelo Malaui e pela Zâmbia e, a oeste, pelo Burundi, pelo Ruanda e pela República Democrática do Congo. Para além do verde da vegetação luxuriante e do dourado e do azul a perder de vista das praias de sonho, atrai anualmente muitos adeptos de animais e de safaris.

A precisar de férias? 15 países onde o novo coronavírus (ainda) não chegou

14. Groenlândia

Apesar de situada ao largo da costa nordeste da América do Norte, a Groenlândia pertence à Dinamarca. Banhada a norte pelo oceano Glacial Ártico, a leste pelo mar da Gronelândia, a leste e a sul pelo oceano Atlântico e a oeste pelo mar do Labrador e pela baía de Baffin, tem no Scoresby Sund, o maior fiorde do mundo, um dos seus pontos de interesse. Apesar de difíceis de pronunciar, Ittoqqortoormiit e Sermermiut são os nomes de duas outras localidades a visitar.

Groenlândia

15. Quénia

Localizado na linha do Equador, tem em Nairobi a sua cidade mais habitada. Este país da África Oriental faz fronteira com o Sudão do Sul, com a Etiópia, com a Somália, com a Tanzânia e com o Uganda. Banhado pelo oceano Índico, seduz pelas praias. O lago Vitória, o segundo maior lago de água doce do mundo, que é simultaneamente o maior lago tropical do mundo, também convida a mergulhos. Os amantes de animais podem fazer safaris para ver espécies protegidas.

A precisar de férias? 15 países onde o novo coronavírus (ainda) não chegou

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.