Quando se pensa em emagrecer, o pão, o arroz e as massas passam a fazer parte dos alimentos a evitar. A realidade não tem, contudo, que ser forçosamente assim. Teresa Branco, fisiologista da gestão do peso, propõe uma dieta que inclui produtos ricos em hidratos de carbono de absorção lenta. Para quem não resiste a massas mas, ainda assim, pretende perder peso, o chef Olivier sugere esparguete integral com legumes.

Apesar de saudáveis, os alimentos ricos em amidos são consideravelmente calóricos. Respeite, por isso, as doses deste plano alimentar para conseguir atingir os objetivos a que se propôs. A ingestão de hidratos de carbono de absorção lenta está, normalmente, associada a um maior consumo de fibra, a qual é muito saudável mas pode promover prisão de ventre se não for ingerida uma quantidade de água adequada.

Plano alimentar diário com 1.650 calorias

Pequeno-almoço

1 copo de leite magro
1 fatia de pão escuro
1 fatia de queijo magro
1 peça de fruta

Meio da manhã

2 tostas integrais
1 iogurte magro

Almoço

1 prato de sopa de legumes sem batata
1 prato de sobremesa ou duas conchas de sopa rasas de massa cozida com legumes

Meio da tarde

1 fatia de pão escuro com fiambre magro
1 chávena de chá sem açúcar

Jantar

1 prato de sobremesa ou duas conchas de sopa rasas de risoto com legumes

Ceia

1 chávena de chá de ervas

Texto: Vanda Oliveira com Teresa Branco (fisiologista do controlo do peso)

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.