1. Álcool

O álcool é uma faca de dois gumes. Pequenas quantidades de álcool podem realmente baixar a pressão arterial, mas beber muito álcool pode aumentá-la e até provocar hipertensão, mesmo em pessoas que bebem apenas de vez em quando mas em grandes quantidades, revelou um estudo de 1991 publicado na revista Hypertension.

2. Batatas fritas

São tipicamente preparadas em óleos repletos de ácidos gordos hidrogenados (gorduras trans), que quando consumidos em excesso podem provocar obesidade e doença cardíaca. Por outro lado, geralmente são servidas carregadas de sal, outro alimento perigoso para a pressão arterial.

3. Açúcares refinados

Os açúcares refinados contribuem para a deposição de gordura no corpo, o que aumenta a propensão para a obesidade, que já de si é um fator preponderante no aumento da pressão arterial. E também os açúcares aumentam a pressão arterial, particularmente em pessoas com excesso de peso, de acordo com um estudo de 2014 publicado no Open Heart, uma revista do grupo BMJ.

4. Sal

Tal como o açúcar, está em milhares de alimentos, sobretudo nos processados. Presuntos curados, produtos congelados e enlatados podem conter grandes quantidades de sal. O sódio presente no sal possui a particularidade de se associar à água, provocando o aumento do volume de sangue circulante, o que em pessoas com alguma predisposição pode ser suficiente para o aumento dos valores da pressão arterial. Segundo a Organização Mundial de Saúde, não devemos ingerir mais de cinco gramas de sal por dia. Por vezes, um único produto enlatado duplica essa quantidade.

5. Pizza congelada

Todas as pizzas fazem mal à saúde, mas as congeladas são as piores. Estão carregadas de sódio. A combinação de queijo, carnes curadas, molho de tomate e pão tornam a pizza num produto em que todos os ingredientes são nocivos. Para manter o sabor de pizza, os fabricantes adicionam mais sal. Um sexto de uma pizza congelada pode ter até 1000 miligramas de sal.

6. Café

A cafeína aumenta a pressão sanguínea significativamente. A cafeína pode provocar uma libertação excessiva de cortisol e adrenalina, substâncias estas que aumentam a pressão sanguínea, confirma um estudo de Charalambos Vlachopoulos, cardiologista e professor da Escola Médica de Atenas, na Grécia.

7. Pickles

Preservar qualquer alimento requer sal. O sal interrompe a deterioração dos alimentos e conserva os alimentos. No entanto, o sal pode tornar o pepino numa esponja de sódio.

8. Comida chinesa

Tipicamente a comida chinesa tem elevadas quantidades de sódio, assim como o molho de soja que lhe adicionamos. Esta carga de sal pode aumentar substancialmente a pressão arterial e prejudicar a sua saúde cardiovascular.

9. Ketchup e outros molhos

Estes alimentos processados contêm grandes quantidades de sódio que podem até chegar aos 1000 miligramas. O sódio afeta a capacidade dos rins de eliminar o excesso de água. A retenção de água contribui para elevações da pressão sanguínea.

10. Bebidas açucaradas

As bebidas açucaradas podem conduzir à obesidade ou excesso de peso. Como já foi dito, a obesidade conduz muitas vezes a quadros de hipertensão arterial, resistência à insulina e diabetes.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.