A jovem cabo-verdiana, Dandira Veiga, vai representar Cabo Verde no concurso Miss University Africa 2018, um "concurso que visa celebrar a beleza africana com cérebros".

Segundo a modelo, o evento irá decorrer na Nigéria entre o dia 17 de novembro e o dia 1 de dezembro onde irão ficar "por duas semanas confinadas, a fazer diversas atividades, por exemplo de cariz social, inteiramente com as outras concorrentes, além de debates".

"Espero tirar do concurso muito conhecimento e partilhar também. Partilhar a minha cultura e costumes e absorver e conhecer a cultura e costumes das outras concorrentes. São mais de 54 concorrentes de África", conta.

No ano passado, Cabo Verde também marcou presença e foi representado por Miriam Monteiro.

Dandira explica que este ano foi convidada a participar pela antecessora. "Ela deixou um grande legado com a organização e participantes e espero corresponder às expectativas dela e continuar esse legado, da morabeza e simplicidade cabo-verdiana".

Encontra-se a decorrer, desde o dia 15 deste mês, uma votação nas páginas de Facebook e do Instagram do Miss University Africa nas fotos e vídeos das candidatas. Os países com mais votos (likes) farão parte automaticamente do Top 10. A foto de Dandira no Instagram oficial do concurso já conta com mais de 600 likes, um número bastante superior ao número de votos de algumas candidatas de outros países.

A candidata crioula está à procura de apoios e parcerias para que "tenha mais força e possa representar Cabo Verde da melhor maneira".

A jovem natural da zona de Paiol, Praia, começou desde pequena a demonstrar interesse por várias áreas como dança, desporto e, posteriormente, moda. Em 2016 foi eleita a mais bela da capital do país e como prémio foi representar a cidade da Praia no Miss Cabo Verde onde levou para casa a faixa de primeira-dama.

A edição de 2017 do Miss University Africa foi ganha pela candidata das Maurícias, Lorraine Nadal.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.