Natural da Cidade da Praia, esta jovem, que se define como honesta, no seu perfil nas redes sociais, concorre com o projeto do programa de assistência aos idosos e doentes acamados e presidiários na luta contra a degradação dos direitos humanos sociais e desfavorecidos.

Durante o seu vídeo de apresentação divulgado pela organização, Ana Sofia Ferreira disse que é um “prazer enorme” estar em Portugal a representar o seu país.

“Desafio-me a representar com um projeto desta natureza porque todos devemos contribuir para o desenvolvimento dos nossos países. Acho que com essa ação seremos capazes de contribuir para a transformação do nosso povo", argumentou.

Para além da candidata de Cabo Verde, o concurso conta com representação de modelos de Angola, Moçambique, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Portugal, São Tomé e Príncipe e Brasil, enquanto Timor-Leste fica de fora desta edição.

Com exceção de Cabo Verde e Brasil os restantes países concorrem com duas candidatas, perfazendo um total de 14 concorrentes.

De acordo com o site da organização, o concurso Miss CPLP é uma iniciativa de cidadania para a cidadania, com carácter intercultural, baseada no intercâmbio de conhecimentos através das participações das candidatas representantes dos países participantes.

É organizado em parceria com a INPortugal e visa criar oportunidade de desenvolvimento pessoal e profissional para mulheres de língua portuguesa espalhadas pelo mundo.  O desafio passa pela apresentação de projectos de carácter “inovador, simples, exequíveis e de interesse para a sociedade”.

Segundo a mesma fonte, a INPortugal Business Magazine vai apoiar estas mulheres, oferecendo à vencedora a possibilidade de desenvolver o seu negócio e projecto de empreendedorismo enquanto actua como um modelo exemplo na sua comunidade, e ajudando outras mulheres a crescer no seu projeto de vida.

Desde o dia 08 está a decorrer uma votação, no site oficial do evento, em que cada pessoa pode votar três vezes e uma vez por semana até do dia 24 na sua candidata preferida.

A gala de eleição da Miss CPLP contará com um concerto musical protagonizado pelos artistas Paul G (Angola), Big Carlos (Guiné Bissau), Sacajjama (Brasil), grupo Sakofa e ainda a animação da Dj Alexxia.

Atualmente, a jovem cabo-verdiana Cristilene Pimenta ocupa o trono de Miss CPLP 2017, uma vez que em  2018 não houve a eleição de Miss CPLP.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.