O último dos sete concertos que Vanessa Paradis deu na mítica sala de espetáculos parisiense teve um incidente que se está a tornar viral. Durante a interpretação de uma das canções, a cantora francesa teve de interromper a atuação para pôr um fã em sentido. "O que é que se passa, senhor? Está com vontade de armar confusão? O que é o que se passa consigo? Não estamos no cinema, não vamos andar aqui à luta", avisou.

Antes de prosseguir o espetáculo no Olympia, a ex-mulher do ator Johnny Depp e mãe da modelo Lily-Rose Depp pediu ainda ao admirador agitado "uma hora e meia de paz", uma exigência que não foi bem aceite. "O que é que está a pensar fazer? Vai andar à porrada aqui à minha frente? Vai bater nas pessoas que estão a desfrutar da música? Está a gozar comigo ou quê? Não me vai estragar o concerto", insistiu a cantora.

O público, surpreendido com a situação, aplaudiu a intervenção de Vanessa Paradis. "Nós, aqui, fazemos música. Por isso, durante uma hora e meia, esqueçam todas as vossas preocupações", agradeceu a intérprete de "Joe le taxi" e "Be my baby", composta pelo ex-namorado Lenny Kravitz. Um dos convidados do espetáculo foi o cantor francês Étienne Daho, que interpretou uma canção com um título em português, "Saudade".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.