R. Kelly, que já enfartava acusações de abuso sexual, foi detido em Chicago esta quinta-feira, 11 de julho, na sequência de 13 novas acusações, como revelou um porta-voz do Ministério Público dos Estados Unidos, Joseph Fitzpatrick. O cantor foi detido por volta das 19h, hora local, como relata a imprensa internacional.

"As acusações incluem pornografia infantil, sedução de uma menor e obstrução à justiça", explicou Fitzpatrick, acrescentando que serão divulgados novos detalhes esta sexta-feira.

Esta foi a segunda vez que o cantor foi preso este ano, em Chicago, por acusações sexuais. O mesmo já tinha acontecido no passado mês de fevereiro, tendo envolvido quatro mulheres, três das quais eram menores quando ocorreu o alegado abuso. Kelly declarou-se inocento dessas acusações e foi libertado sob fiança.

Leia Também: Harry e Meghan Markle dançaram ao som de Whitney Houston no casamento

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.