Não é segredo que William trabalhou dois anos ao serviço da Força Aérea Britânica na qualidade de piloto de ambulância aérea. Uma profissão que muito orgulho o neto da rainha Isabel II e que este pondera voltar a abraçar devido à pandemia do novo coronavírus.

Fontes próximas da realeza contam que o príncipe está a pensar voltar ao serviço, ao qual renunciou em 2017, para ajudar o NHS (Serviço Nacional de Saúde britânico) durante o surto de Covid-19.

"O William está a considerando seriamente voltar a ser piloto de ambulância aérea para ajudar na atual pandemia", contou uma fonte ao jornal The Sun.

Apesar do seu desejo de ajudar, a verdade é que dificilmente William poderá voltar ao ativo devido aos deveres a que está obrigado enquanto membro sénior da realeza.

Leia Também: Duques de Sussex despedem-se das redes sociais com última mensagem

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.