O divórcio de Amber Heard e Johnny Depp deu muito que falar não só devido à separação em concreto, mas também por causa das acusações de agressão que foram feitas por ambas as partes.

Ora, segundo o site The Blast, o pai da atriz chegou mesmo a fazer ameaças de morte ao ex-genro durante o processo.

Quem o revelou foi o empresário David Killackey, mecânico responsável pela manutenção das viaturas de Heard e Depp.

Killackey, que foi testemunha do processo, explicou a reação explosiva que David Heard teve quando Johnny se recusou a pagar os trabalhos feitos nos veículos.

“Recebi muitas mensagens e telefonemas do pai da Amber, o Sr. David Heard. Depois da separação, ele ficou muito hostil em relação ao Sr. Depp”, contou o mecânico.

Foi então que vieram as ameaças. "Quando eu o encontrar vou arrebentá-lo. Sou do Texas e os homens do Texas andam sempre com uma arma, vai ser o fim do Johnny", deu conta.

Importa realçar que quando David Heard disse estas coisas estava sob o efeito de álcool.

Recorde-se que Depp e Heard foram casados entre 2015 e 2017.

Leia Também: Johnny Depp é de novo um homem solteiro

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.