Uma mulher de origem sueca, Ulrika Lillemor Alfa Wonwolf, veio a público afirmar que teve um filho com o cantor George Michael. Ulrika diz ter engravidado do cantor em 1997, época em que este mantinha um relacionamento com Kenny Goss.

A mulher garante ainda que este filho era apenas desconhecido do público, George Michael sabia da sua existência, dava dinheiro para ajudar na sua educação e até o visitou várias vezes na infância.

Estas afirmações foram comprovadas pela mulher com viários relatórios de testes de ADN, enviados a vários jornais internacionais. Contudo, os meios de comunicação em questão não conseguiram apurar a veracidade dos documentos.

Os representantes do artista, que morreu a 25 de dezembro de 2006, não hesitam em alegar que as afirmações de Ulrika são falsas e em nada correspondem à verdade.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.