Mariah Carey falou pela premiria vez sobre o transtorno bipolar, que lhe foi diagnosticado em 2001.

Em entrevista à revista People, a cantora confessa que quando recebeu o diagnostico não quis acreditar que estava doente.

“Eu vivi em negação e isolamento, com um medo constante de que alguém poderia expor isso à imprensa sem a minha autorização. Era um fardo muito pesado para carregar”, afirmou Mariah, confessando ainda que o tratamento “foi a coisa mais difícil” pela qual já passou.

Atualmente, a artista faz terapia semanalmente e toma medicação para controlar a doença. “A medicação que eu tomo, na dose que eu tomo, é excelente. Não faz com que eu me sinta dopada ou cansada, nada disso. Tu só tens de encontrar o equilíbrio certo”, concluiu.