“Sempre disse que queria ser jornalista”, e é! Jacqueline Pereira é jornalista na Televisão de Cabo Verde mas é também apresentadora, mãe, esposa … mulher. Entra-nos diariamente pela casa adentro e contou ao SAPO Mulher um pouco do seu percurso.

Em pequena Jacqueline Pereira falava muito, perguntava muito, queria saber de tudo e teve sempre uma certeza: “queria ser jornalista”. “Todos os que me conhecem desde sempre disseram: tu vais ser jornalista!”. E assim foi.

“A minha mãe era comerciante. Vendia no mercado do sucupira e tinha por hábito embrulhar as roupas que vendia em folhas de jornais e tinha sempre muitos. Sempre que estava com ela na banca, sentava-me, e o meu passatempo era ler todos os jornais que lá estivessem”, recorda.

Jacqui, como é carinhosamente chamada, cresceu no bairro da Vila Nova, Praia, com os seis irmãos e a mãe, que considera uma referência.

“Eu cresci num bairro da periferia e tive um percurso diferente de muitos dos meus colegas. Acredito que foi muito graças à minha mãe. Ela soube sempre mostrar-me o melhor caminho. Foi sempre uma mãe muito presente”, exclama orgulhosa.

A jornalista conta que antes de conseguir bolsa de estudo para o ensino superior só pôde contar com a ajuda da mãe que, na altura, teve que deixar a banca em que vendia e emigrar para os EUA. “A minha mãe deixou a vida dela para proporcionar-me parte da minha. Só com o dinheiro do sucupira não era possível sustentar duas filhas a fazer curso superior ao mesmo tempo. Ela foi tudo para mim.”

Percurso profissional

Aos 18 anos, quando terminou o ensino secundário, Jacqui rumou ao Brasil onde cursou Comunicação Social na Faculdade de Jornalismo de Minas Gerais. “Sempre gostei de ver programas de televisão principalmente os brasileiros e talvez por isso tenha optado por ir estudar no Brasil. Na altura tinha duas vagas, uma para Portugal outra para o Brasil”.

Em 2009 surgiu a possibilidade de integrar o elenco de apresentadores do programa “Geração Saudável” na Televisão de Cabo Verde e Jacqueline agarrou a oportunidade. Do programa para o departamento de informação foi um pulo.

Jacqueline está até hoje à frente e atrás das câmaras da televisão nacional.


Informação VS Entrenimento

Para Jacqueline Pereira o jornalismo e o entretenimento não têm de ser necessariamente incompatíveis. Durante o seu percurso na TCV tem conciliado a informação e a apresentação de programas sempre que surgem oportunidades e é assim que gostava de continuar pois, afirma, são duas áreas de que gosta.

[caption][/caption]

“Gosto de estar no departamento de informação mas também gosto de apresentar. Sou uma pessoa diferente quando estou à frente e atrás das câmaras. Quando estou em informação e estou a fazer uma peça para o telejornal, a gravar um off, sinto que fico mais nervosa. Enquanto que quando estou à frente das câmaras sinto que sou mais eu. Sinto-me muito mais à vontade, por exemplo, quando estou nos directos embora a maior parte das pessoas ache essa parte mais difícil”, conta.

Apesar de fazer também entretenimento, Jaqui não esquece que é, antes de mais, jornalista e gosta de “primar-se” e preocupa-se com a imagem que transmite ao público. “Hoje posso estar a apresentar programas mas amanhã posso regressar à informação.”

“Tarde Jovem”

Aos 31 anos, Jacqueline prepara-se para deixar um pouco de lado o papel de jornalista para agarrar um novo desafio na área da apresentação. Está a trabalhar para que, sensivelmente daqui a um mês, possa ser lançado nas antenas da TCV o seu novo programa.

“Tarde Jovem” foi pensado há um ano mas por falta de patrocínio tem estado na gaveta. Segundo a apresentadora trata-se de um programa feito a pensar nos telespectadores mais jovens. “Contará com espaços de moda, pequenos debates nos mais variados temas, reportagens, com plateia ao vivo, música, Dj em estúdio e muitas outras atracções”, explica com entusiasmo.

O programa, como o nome indica, irá para o ar em directo no período da tarde em princípio às terças, quintas e sábados. “Queremos dar voz aos nossos jovens, envolver associações nos bairros, as universidades, liceus e todas as instituições que trabalham com a camada juvenil”.

A título de experiência, e até a estreia do novo programa, Jacqueline tem partilhado o plateau do programa “Show da Manhã” com os apresentadores Éder Xavier e Elisabete Correia. “Tem sido bom, as pessoas gostam e queriam uma cara nova. É algo que gosto de fazer e por isso tenho feito com paixão. Gosto daquela adrenalina, de estar em directo, errar e corrigir.”

“Tu é que fazes a tua imagem”

[caption][/caption]

“Vaidosa mas sem ir ao extremo”. É assim que se define quando o tema é moda e cuidados com a imagem. “Gosto muito de moda, gosto de seguir as tendências embora tenha um estilo próprio, gosto de estar bem vestida, com o cabelo arranjado, maquilhagem, o básico para me sentir bem”.

Os cuidados que tem com a sua imagem não passam despercebidos e o estilo apreciado até mesmo pelas telespectadoras nos programas.

“Quer queiramos quer não, a imagem é fundamental em televisão e as pessoas reparam nesses detalhes e seguem-te. É importante estarmos bem, na moda, com roupas adequadas aos programas. Temos que nos cuidar, sentirmo-nos bem e isso ajuda-nos a ter mais auto-estima e até mesmo na nossa profissão.”

Veja o dia de Jacqueline Pereira em imagens.

08.03.2015

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.