Há mais uma atriz norte-americana infetada com COVID-19. Debi Mazar é amiga de Madonna, entrou em séries de televisão como "Entourage", "Civil wars" e "L.A. Law" e está a recuperar, ao contrário do que sucedeu com o ator Mark Blum, outro dos amigos da cantora, uma das vítimas mortais do novo coronavírus nos EUA. "Estou muito melhor. Ainda não estou a 100%. Este vírus dá cabo de nós. Dá mesmo", desabafou a artista de 55 anos nas redes sociais.

"Ainda não tenho paladar mas já começo a ter algum olfato. Pus perfume e já o consigo sentir ligeiramente", afirma Debi Mazar. Inicialmente, o médico que observou a atriz desvalorizou os sintomas que apresentava. "Ele disse-me que eu não cumpria os requisitos [para fazer o teste de despistagem de COVID-19], porque não tinha viajado para fora do país nem tinha estado em contacto com nenhum doente infetado", desabafa a artista de ascendência letã.

"Eu achei esse argumento inacreditável, porque eu tinha andado de metropolitano para ir ao teatro, para ir às compras, para ir à farmácia e para ir ao cabeleireiro", confessa Debi Mazar. Isolada em casa a recuperar, a atriz tem acompanhado a evolução global da pandemia e admite temer o pior. "Estou muito preocupada", assume. "A situação em Nova Iorque é apocalíptica", lamenta a artista, que conheceu Madonna, uma das suas melhores amigas, ainda antes de ser famosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.