George Clooney era um dos nomes apontados para ser o padrinho do primeiro filho do príncipe Harry e Meghan Markle. No entanto, o ator já fez saber que não irá ocupar essa função, explicando que já tem 'muito trabalho' com os filhos gémeos, Alexander e Ella, de um ano.

"Todos adoram esses rumores. Não é verdade. Ninguém quer que eu seja padrinho de alguém. Mal sou pai neste momento. É assustador. Quando estou sozinho com eles [os filhos] é um pesadelo", acrescentou.

Atualmente com 58 anos, acabados de fazer, o artista não deixou de brincar com o facto do bebé real ter nascido no mesmo dia do seu aniversário, 6 de maio.

"Se pensarmos bem nisso, é um pouco irritante, porque eu já tive que dividir [o meu aniversário] com o Orson Welles, e com o Sigmund Freud, e agora mais isto", disse em conversa com o Enternaiment Tonight. "O miúdo está mesmo a roubar-me o protagonismo. Este era o meu dia", acrescentou, na brincadeira.

Antes de terminar, o artista mostrou-se muito feliz pelo casal da realeza britânica. "Eles são adoráveis, por isso é muito emocionante", afirmou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.