A relação de Meghan Markle e Kate Middleton esteve sempre no centro das atenções, tema que continua a ser destacado mesmo depois dos duques de Sussex se terem afastado da família real.

Entre as muitas notícias, foram muitos os rumores que falavam de alegadas discussões entre as duquesas. No entanto, agora há novas informações sobre a relação de ambas, tema que é destacado pelos especialistas em realeza, Omid Scobie e Carolyn Durand, autores da nova biografia 'Finding Freedom: Harry and Meghan and the Making of the Modern Royal Family'.

"Sempre me disseram que nunca houve uma discussão entre elas. Nunca houve uma discussão sobre nada específico. Disseram-me que simplesmente nunca tiveram muita coisa em comum", disse a especialista em realeza Katie Nicholl ao Entertainment Tonight. "E isso parece ser evidente no livro, que aparentemente a Kate sentiu que elas não tinham mais nada em comum do que o facto de morarem no mesmo palácio", acrescentou.

Kate Middleton e o príncipe William moravam no Palácio de Kensington com o príncipe Harry e Meghan Markle antes dos duques de Sussex se casarem, em 2018. No meio de toda a agitação, Meghan e Harry sentiram que William e Kate não fizeram o suficiente para que a ex-atriz se sentisse bem-vinda à família real. No entanto, Katie Nicholl conta que os duques de Cambridge faziam convites a Meghan e Kate fez um esforço para cozinhar as refeições favoritas da cunhada.

"Claramente, os Cambridges acham que tentaram, mas, obviamente, a Meghan e o Harry acham que não tentaram o suficiente", acrescentou. "Foram enviadas flores para a Meghan no aniversário dela, por exemplo. A Kate sentiu que esse seria um gesto adorável, mas, aparentemente, a Meghan achou que não era suficiente", destacou ainda Nicholl.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.