Escolher uma cor para o seu quarto vai mais além do que ver umas amostras de cores na loja. É um facto conhecido que a exposição a determinadas cores pode afetar o humor de uma pessoa. Por exemplo, o vermelho aumenta a pressão sanguínea e a frequência cardíaca, enquanto o azul está associado à calma, foco e relaxamento.

Um estudo realizado pela plataforma Sleep Junkie apoia fortemente esta última observação, já que 84% das pessoas que dormiam num quarto roxo/lilás disseram que dormiam bem, com apenas 12% a afirmar o contrário. A cor azul ficou a uma curta distância do primeiro lugar das melhores cores para dormir, com 76% dos entrevistados a relatar um sono frequente e de boa qualidade.

Enquanto que os tons verde produziam a menor taxa de sono reparador (58%), não foi dos tons que se posicionou pior na escolha global. A cor bege foi uma das cores mais associadas a um sono de menos qualidade (31%), a seguir à cor castanha.

O estudo também analisou as diferenças entre homens e mulheres. No geral, as mulheres são mais propensas a ter problemas de sono do que os homens.

Enquanto a maioria de ambos os sexos dormia em ambientes brancos, mais entrevistadas do sexo feminino (26% comparado com 18% dos homens) tinham um quarto bege, a mesma cor que produziu o segundo menor índice de satisfação do sono.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.