Mãe tentou enviar bebé para orfanato pelo correio

Aconteceu na China. A polícia deteve em Fuzhou uma mulher de 24 anos que tentou enviar para um orfanato, através do correio, a filha recém-nascida.
créditos: Lusa

Uma mulher de nacionalidade chinesa contactou um serviço de entregas em Fuzhou, capital da província de Fujian, para enviar uma encomenda que tinha como destino um orfanato.

No entanto, o estafeta apercebeu-se que o conteúdo da embalagem se movia e que do interior se ouviam ruídos.

Apesar de contrariar as regras internas do serviço, o homem decidiu abrir a embalagem com as próprias mãos e descobriu que esta continha um bebé recém-nascido.

Segundo fontes do hospital local para onde a criança foi transportada, o bebé está bem de saúde.

A mulher foi detida e está sob custódia policial, embora tenha mostrado arrependimento e desejo de voltar a tomar conta da menina, o que desencadeou um debate nas redes sociais do país.

O Ministério de Assuntos Civis indica que há cerca de 460 mil órfãos na China, sobretudo meninas, sobretudo devido à "política do filho único" entretanto abandonada pelo Governo chinês.

artigo do parceiro: Nuno Noronha

Comentários