Os cuidados a ter quando faz compras online

Antes de ligar o computador e comprar tudo e mais alguma coisa, saiba quais são as precauções que deve (mesmo) ter para ser bem sucedido nas suas transações eletrónicas.

Imagine-se no sofá com o seu computador portátil, o seu tablet ou ainda o seu telemóvel. No ecrã, um sem-fim de lojas online onde pode encontrar roupa, sapatos, acessórios, livros, jogos, música, viagens, brinquedos, relógios, produtos de beleza e até móveis sem ter de calcorrear o centro comercial. O paraíso, certo? A verdade é que, se não souber exatamente que cuidados deve ter, pode ser um inferno. Pesquisar nunca é demais.

Quando vamos às compras, antes de optarmos por uma peça, espreitamos duas ou três lojas. Nas compras online é importante seguir o mesmo princípio. Faça uma pesquisa cuidadosa sobre as lojas que lhe pareçam interessantes e, acima de tudo, fiáveis. Seja realista. Nem todas as roupas nos ficam tão bem como na modelo jovem e alta que está a ver no seu monitor. Escolha, por isso, peças com um corte que lhe seja familiar.

Prefira comprar modelos para áreas do corpo não problemáticas. Afinal, na internet não pode experimentar e todas sabemos os defeitos que encontramos numa cabina de provas nem manusear os produtos... Conheça também os seus direitos. Os sites devem sempre indicar o que deve fazer se quiser reclamar de um produto, assim como o respetivo prazo de garantia e o preço, incluindo taxas e impostos, termos e custos de entrega.

O direito de retratação que lhe assiste

Devem exibir ainda de forma clara as diferentes formas de pagamento, as condições ao abrigo do direito de arrependimento e informações quanto ao modo de procedimento de reembolsos e trocas. Caso não encontre este género de informações, deve procurar outro sítio eletrónico que preencha estes requisitos. Para não sair lesado do negócio, antes de efetuar uma compra, leia sempre com atenção a política de devoluções do site.

Ao comprar online, terá direito a cancelar a compra que fez durante um prazo de 14 dias, de acordo com o direito de retratação do consumidor, ao abrigo do decreto-lei 24/2014, de 14 de fevereiro, que regula os contratos celebrados à distância e fora do estabelecimento comercial a partir de Portugal. No entanto, consoante as situações, nem tudo pode ser devolvidos e nem todas as somas pagas podem ser ressarcidas.

Devoluções e pagamentos

A maioria das lojas online facilita as devoluções, desde que os produtos se encontrem nas condições pretendidas, tendo apenas o cliente de pagar portes adicionais. Se o site não o informa dos seus direitos de arrependimento, deverá escolher outro para as suas compras. Seria capaz de entregar o seu cartão de crédito a um desconhecido? Nas compras online deverá ter também cuidado com o modo de pagamento.

Uma das formas mais seguras é a entrega de produtos à cobrança, uma vantagem que, no entanto, nem todas as plataformas de comércio eletrónico permitem. Se preferir, pode ainda aderir ao MBNet, um serviço do sistema bancário nacional, também disponível em app, que lhe permite realizar pagamentos através da sua conta (débito ou crédito) sem ter de disponibilizar os dados do seu cartão. Mais informações em www.mbnet.pt.

Texto: Alexandra Pereira com Luis Batista Gonçalves

artigo do parceiro:

Comentários