5 dicas para eliminar uma dívida o mais rapidamente possível

Todos os dias travamos batalhas monumentais contra o endividamento dos portugueses. Sabemos que com ajuda é mais fácil, mas se achar que tem resiliência e força de vontade suficientes para, sozinho, tentar libertar-se de uma dívida complicada, fique a conhecer as nossas dicas para se livrar dela mais rapidamente.

Close-up of unrecognizable man writing credit card number and planning his budget. Or businessman calculating company income in office. Paperwork or finance concept

créditos: katemangostar / Freepik

Defina pequenas metas de progresso

Em vez de definir um objetivo (aparentemente impossível) de pagar toda a sua dívida, tente dividir seu objetivo geral em objetivos menores e mais alcançáveis.
Certifique-se de que seu objetivo (por exemplo, juntar x€ para amortizar uma dívida) é específico e alcançável para obter os melhores resultados.

Arranje dinheiro extra para pagar a dívida mais depressa

Não nos referimos a mais um crédito para obter dinheiro rápido, mas sim à possibilidade de explorar um hobby no sentido de o monetizar. Recomendamos a leitura deste artigo do Boonzi onde poderá encontrar algumas ideias de atividades das quais poderá retirar algum dinheiro extra.

Ter um trabalho ou atividade extra pode parecer difícil, mas se o ajudar a juntar mais dinheiro para pagar mais rapidamente uma dívida que pode estar a condicionar gravemente os seus planos de vida, o esforço com certeza compensará.

Faça um pacto consigo mesmo

Em prol do seu grande objetivo - livrar-se da(s) dívida(s) - celebre um contrato consigo mesmo: todo o dinheiro ganho fora do seu vencimento fixo, será destinado ao pagamento do que tem em dívida. Quer seja dinheiro extra de um hobby ou o reembolso do IRS, destine o dinheiro com que normalmente não conta ao seu objetivo maior.

Torne o processo automático

Retirar parte do dinheiro da nossa conta para, manualmente, pagar uma dívida pode requerer enormes doses de um auto-controlo do qual podemos não estar equipados. Porque nem todas as dívidas são pagas por débito direto, poderemos ter que o fazer, com ou sem auto-controlo. No entanto, há uma alternativa: automatizar o processo.

Referimo-nos, aqui, ao mesmo conselho que damos quando falamos sobre construir um fundo de emergência, ou seja, que pode recorrer à poupança automática que consiste no seu banco retirar uma certa quantia da sua conta automaticamente todos os meses e a transferi-la para uma (sua) conta à parte. É sempre uma forma de garantir que não falha quando precisa mesmo de pôr dinheiro de lado seja para que objetivo for.

Se não conseguir sozinho, procure ajuda especializada

Apesar das dicas simples, sabemos que eliminar uma dívida por completo e em pouco tempo não é um processo fácil, mas conhecemos também o sentimento de liberdade e gratificação pessoal que se sente quando finalmente conseguimos atingir essa meta. Lembre-se que apesar das dificuldades, no final valerá a pena todo o esforço, foco e determinação que aplicar ao cumprimento do seu objetivo de pagar uma dívida.

Se achar esta tarefa completamente hercúlea, não deixe de ler este artigo do Doutor Finanças e não se acanhe de procurar a ajuda de profissionais cuja missão diária é ajudar os portugueses a viver melhor e livres de dívidas.

artigo do parceiro:

Comentários