Porque o irmão de Madonna não revelou o lado "horrível" da artista?

Christopher Ciccone garantiu que não o poderia fazer como forma de reconhecimento do tempo que esteve perto da irmã.

O irmão de Madonna, Christopher Ciccone, voltou a comentar o passado com a cantora, cinco anos depois de descrever a relação de ambos como “boa”.

O homem de 56 anos, que deu que falar em 2008 com o livro ‘Life With My Sister Madonna’, afirmou que poderia escrever outro. Aliás, poderia mesmo expor “o quão horrível” Madonna poderia ser. Ainda assim, escolheu não o fazer como forma de reconhecimento de todos os anos em que trabalhou para ela.

“Poderia escrever esse livro, um livro sobre o quão horrível ela é e pode ser, mas não escrevi”, afirmou numa entrevista ao The Sun.

De sublinhar que Madonna e Christopher cresceram juntos em Michigan e aprenderam a dançar em conjunto. Depois foram para Nova Iorque, onde o irmão acabou por se tornar seu assistente pessoal, decorador e diretor artístico.

artigo do parceiro: Notícias ao Minuto

Comentários