Curiosidades da memória

Há quem se lembre de tudo e há quem se recorde de pouco. Fique a saber algumas curiosidades acerca da memória.
créditos: pixabay

Não só a idade se reflete na memória. Exercício físico, treino da mesma, genética, entre outros, são alguns dos fatores que podem ditar um comportamento mais ou menos favorável naquilo que se recorda. Saiba mais acerca do assunto...

A memória não é como uma fotografia
Já se deparou, provavelmente, com a recordação de algo que é diferente da recordação de outra pessoa que esteve consigo na mesma altura. Isto é devido ao facto de as lembranças que se arquivam na mente serem editadas ao longo da vida e por isso nunca irão ser fiéis ao original.

O 'famoso' déjà vu
Basta que presencie uma imagem ou um cheiro semelhante para despoletar uma memória adormecida e é isto que faz com que o déjà vu seja “real”.

Exercício físico
Não é toa que quem o pratica tem por hábito dizer que faz bem à cabeça. Para além de ser uma excelente forma de desanuviar das questões do dia a dia, preserva o volume cerebral. Ou seja, o facto de se exercitar; antes dos 40 anos; faz com que o coração bombeie mais sangue e oxigene melhor o cérebro. Faça exercício, pelo menos três vezes por semana e no mínimo durante 40mn, e aumente o hipocampo em cerca de 2% num ano.

Stress e traumas
Situações de maior stress, traumas, receios e outros parecidos atrapalham a capacidade cognitiva. O cérebro é orientado pelo instinto de sobrevivência a usar esta capacidade e, por conseguinte, o armazenamento de dados fica prejudicado. Para além de poder ficar sem se lembrar do que aconteceu, as famosas 'brancas' também são uma das famosas consequências. A partir do momento em que a memória funciona como uma biblioteca, quando os níveis de cortisol estão muito elevados (stress), torna-se difícil para o cérebro encontrar uma resposta no meio de tanta informação acumulada. O ideal é tentar relaxar e meditar para assim baixar os níveis e acalmar a atrofia mental.

A idade pode ajudar a memorizar informação
Estudos recentes apontam que entre os 60 e 70 anos o ser humano tem mais capacidade de chegar ao seu armazenamento de conhecimentos e habilidades, enquanto que em tenra idade o excesso de estímulos faz com que se percam mais informações. Por exemplo, nas mulheres a partir dos 40 anos e devido ao aumento da hormona feminina, o hipocampo cresce.

Memória de elefante é genético
É sim, mas qualquer pessoa pode ter um raciocínio rápido e uma memória aguçada. A mesma pode ser exercitada e, combinando isto com o relaxamento, qualquer pessoa sã pode aceder ao seu banco de memória com facilidade.

artigo do parceiro:

Comentários