O que é a pneumonia bilateral?

A pneumonia bilateral é uma infeção respiratória grave que afeta ambos os pulmões provocando dificuldades respiratórias. No caso das infeções pelo vírus do sarampo, a pneumonia bilateral pode ser um dos problemas decorrentes, como aconteceu com a jovem de 17 anos que morreu no Hospital D. Estefânia, em Lisboa, esta madrugada.

Quando agentes patogénicos como bactérias, fungos, vírus ou parasitas infetam uma parte do corpo humano causam uma infeção, que se acontecer nos pulmões é designada de pneumonia.

Se a infeção atingir ambos os pulmões, pode desenvolver-se uma pneumonia bilateral, mais grave do que quando apenas um dos lados do órgão é afetado.

Como se trata?

O tratamento da pneumonia bilateral varia consoante o estado de saúde do doente antes e depois da infeção e é feito com antibióticos em casa ou no hospital.

Nos casos de pneumonia bilateral extensa, que pode provocar falta de oxigénio grave, o internamento é maioritariamente recomendado.

Durante o tratamento da pneumonia bilateral o paciente deve manter-se em repouso, ingerir líquidos, fazer nebulizações com água potável, evitar espaços públicos e poluídos e usar uma máscara de proteção.

Quais são os sintomas?

Os sintomas da pneumonia bilateral estão sobretudo associados à dificuldade respiratória. Febre alta, tosse com expectoração, aumento da frequência respiratória e fadiga intensa são outras das queixas frequentes.

Leia tambémMorreu a jovem de 17 anos internada com sarampo em Lisboa

Saiba maisDe onde vem este surto de sarampo e como posso proteger-me?

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários